13/02/2010

GAUCHÃO'10: Líder absoluto


Novamente o time de Silas deixou a desejar, mesmo sem necessidade nem vontade de vencer, o Grêmio não jogou bem e isso por si só já é criticável. Desde o primeiro jogo do ano só tivemos uma boa atuação, justamente contra o adversário mais fraco, a Universidade.

Já deixei claro minha opinião a respeito de técnicos do estilo de Silas, não tem a ver com o Imortal, pode dar certo, mas nunca será o que os gremistas querem. Nossa característica é de raça, entrega e coração, mas o que vemos é uma supervalorização da técnica e futebol bonito, não gosto disso.


Primeiro tempo

O Tricolor começou melhor, envolvendo o Zequinha e levando mais perigo. Os donos da casa dominaram as finalizações, obrigando o goleiro Rafael a grandes defesas, no meio campo controle, mas a defesa, calcanhar de Aquiles do time, decepcionou mais uma vez.

Foto: Tadeu Vilani
A superioridade não durou muito, isso porque aos 9 minutos a zaga dormiu, permitindo uma intensa troca de passes na frente da área, e Juca aproveitou para colocar o São José na frente. O jogador esperou a saída do goleiro Victor e completou para as redes.

Com o gol a pressão inicial voltou, mas parou no goleiro Rafael. O time se jogou contra os visitantes, principalmente com Douglas e Rochemback, mas o arqueiro do Zequinha estava inspirado, outro grande problema aconteceu aos 27 minutos, quando perdemos Lúcio por lesão e entrou Fábio Santos sob vaias. Apesar das chances, a rede não balançou mais.


Segundo tempo

Na tradicional pressão inicial, o Grêmio chegou ao gol em seu primeiro bom lance na segunda etapa. Aos 9 minutos o meio campo Mithyuê entrou livre e mandou uma bomba direto para o gol visitante, Rafael até que tentou, mas não conseguiu evitar. 

Foto: Tadeu Vilani
Pouco depois, o Imortal chegou ao gol novamente, Borges recebeu boa bola e completou contra o gol do São José, o goleiro visitante espalmou para o lado, justamente o lado em que estava o lateral Fábio Santos, mesmo depois de entrar vaiado, o jogador fez a alegria da galera, completando para o fundo das redes aos 16 minutos.

Depois do gol o Grêmio apenas administrou o resultado até o final do jogo, o Zequinha que também apenas cumpria tabela não quis se arriscar ao ataque e para ambos o jogo era um sofrimento devido ao grande calor de mais de 35ºC simplesmente ignorado pela Federação Gaúcha, mais uma prova de amadorismo da entidade do futebol estadual.



FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 1 SÃO JOSÉ
Data:
13/02/2010 (sábado)
Local: estádio Olímpico, em Porto Alegre
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (FIFA-RS)
Assistentes: Edemar Palmeira e Jorge Luiz Cardoso da Silva (ambos RS)
Renda: R$ 55.735,00
Público: 3.807 pessoas
Cartões amarelos: Mário Fernandes (Grêmio); Jonas (São José)
Gols: Juca aos nove minutos do primeiro tempo; Mithyuê aos nove; Fábio Santos, aos 15 minutos do segundo tempo;
GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Rafael Marques, Maurício e Lúcio (Fábio Santos); Fernando (William Magrão), Fábio Rochemback, Douglas e Mithyuê; Borges e Jonas (William).
Técnico: Silas
SÃO JOSÉ: Rafael; Alexandre, Cauê, Gustavo e Juca; Jonas, Pedro Carmona (Douglas) , Dadá e Jefferson; Rangel (Xavier) e Beá
Técnico: Argel Fucks



Resultado/Próximo jogo

Com a vitória permanecemos na liderança da Chave 1, agora com 17 pontos. Como já estávamos classificados para a fase seguinte, o jogo apenas valeu para somar pontos e melhorar a classificação geral, o que determina qual o estádio que os jogos acontecerão.

Nossa próxima partida é contra o Varanópolis, o jogo será dia 17 de janeiro, no estádio Olímpico Monumental. O jogo será válido pelas quartas-de-final da Taça Fernando Carvalho, uma derrota e estaremos fora.




Vídeo:


0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011