12/02/2010

Grêmio Campeão Interamericano / Copa Los Angeles de 1983



No dia 13 de dezembro de 1983, no Coliseu de Los Angeles, dois dias depois do Mundial Interclubes em Tóquio, foi disputado a Copa Interamericana/Los Angeles de 1983.

A Copa dos Campeões da Concacaf atrasou seu cronograma por causa da instabilidade política e econômica em vários países da América Central. Naqueles anos (1980 a 1990), algumas equipes desistiram de participar deste torneio por conta da falta de segurança em especial em El Salvador, Guatemala e Honduras onde os focos guerrilheiros eram mais constantes. Assim não é de se estranhar que a Copa da Concacaf que em princípio deveria estar finalizada em novembro só fosse concluída em janeiro e fevereiro de 1984, com a vitória do Atlante do México sobre o Robim Hood do Suriname. A Concacaf e a Federação de Futebol dos Estados Unidos tinham a intenção de realizarem a final Interamericana como uma forma de promover o futebol na América, num primeiro momento para as Olimpíadas de Los Angeles. Todavia, o interesse principal era a indicação americana para sede do mundial de 1994. Os empresários americanos já tinham demonstrado interesse em trazer o Mundial Interclubes para Los Angeles em 1980, mas perderam a concorrência para os japoneses.

Assim a final interamericana ia ao encontro das vontades da Concacaf, que pretendia aproveitar a presença do Grêmio na final do Mundial de Tóquio, para disputar o título das Américas, visando também uma reaproximação com a Conmebol com a qual as relações estavam conturbadas desde a desistência da Colômbia de sediar a Copa do Mundo de 1986, em que o México havia sido o substituto.


Conforme cita o historiador Claus Farina:

"A Copa Pan-Americana Los Angeles de 1983 (assim como a Taça das Nações da América conquistada pelo América do México) foi uma iniciativa criada e organizada pela Califórnia Soccer Association sob supervisão da United States Soccer Federation, dentro da conformidade dos estatutos e regulamentos da FIFA. A intenção inicial era que ela fosse disputada entre os campeões da Conmebol e Concacaf definindo o campeão do continente americano, colocando-se em disputa concomitante a Taça Interamericana. O projeto era similar ao do Mundial no Japão, tanto que os americanos já haviam tentado anteriormente levar o mundial para Los Angeles, mas perderam a concorrência para os japoneses."
"...a instabilidade política e econômica da América Central acabou interferindo no calendário da Copa de clubes campeões da Concacaf de 1983 que deveria finalizar em novembro ficando para fevereiro do ano seguinte. Assim, a Taça Interamericana 1983 acabaria sendo cancelada. A Copa Pan-Americana Los Angeles foi mantida porque já fazia parte do calendário esportivo da CSA e USSF como uma parte da promoção do futebol para os jogos Olímpicos de Los Angeles autorizada pela FIFA. O nome do troféu é uma homenagem a sede dos jogos de 1984. Seu cancelamento poderia representar prejuízo econômico e político aos interesses da USSF e CSA que pretendiam trazer para 1994 a Copa do Mundo nos EUA. Sob o prisma jurídico não há dúvidas quanto a oficialidade da Copa Pan-Americana Los Angeles pois ela foi organizada pela CSA filiada a FIFA, CONCACAF e USSF. Para organizar este tipo de competição é necessário autorização da FIFA caso contrario haveriam sanções aos organizadores, associações nacionais envolvidas, clubes, jogadores e árbitros. Nada disto aconteceu o que prova que a competição aconteceu em conformidade aos estatutos da FIFA. Quanto ao título de Campeão das Américas este é oficioso, quando provêm de fontes oficiais mas não certificado por entidade competente neste caso a Conmebol e Concacaf. É importante não confundir oficioso com "não - oficial" ou "extra-oficial" quando não existe nenhuma fonte oficial presente. Embora a Conmebol e Concacaf não tenham participado na organização da Copa Los Angeles também não se opuseram a sua realização. A Copa Los Angeles foi a única competição oficial de nível pan-americano organizada por entidades de administração do desporto filiadas a FIFA em 1983 o que a torna relevante."

Como se sabe, naquele tempo, para se ir ao Japão se fazia uma escala em Los Angeles tanto na ida como na volta. Mas existia o problema de se escolher um representante da Concacaf. A escolha do América do México, foi feita com base no desempenho internacional da equipe em uma vitoriosa excursão mundial realizada entre julho e agosto de 1983, na qual o time venceu vários torneios internacionais na Coréia do Sul, Polônia, El Salvador, Estados Unidos e o Troféu Vindima na Espanha. De todas estas conquistas a mais importante foi a TAÇA DAS NAÇÕES DA AMÉRICA, disputada no Coliseu de Los Angeles em julho, pois se trata de uma competição oficial organizada pela Concacaf em parceria da USSF e da CSA. Com base nestas conquistas em especial a da Taça das Nações EUA, é que o América foi indicado para representar a Concacaf na final Interamericana, que colocou em disputa o troféu COPA LOS ANGELES / TAÇA PAN-AMERICANA, uma homenagem a cidade sedes dos jogos Olímpicos de 1984.

O Grêmio venceu o Campeonato Interamericano de 1983, depois de derrotar o América do México por 6x5 nos pênaltis, após um empate no tempo normal em 2x2.

REPRESENTANTE DA CONMEBOL – Grêmio
REPRESENTANTE DA CONCACAF – América

OBSERVAÇÃO:
Decisão nas penalidades máximas:
GRÊMIO 4 x 3 AMÉRICA




DADOS DO JOGO
Local:Los Angeles/EUA
Data:13/12/1983
OBS.:Competição Oficial de nível Pan-Americano organizada pela California Soccer Association
Gols:Bonamigo e Renato (Grêmio), Echaniz (América) 
 
 
 
 

 GRÊMIO

AMÉRICA
MAZAROPIZELADA
PAULO_ROBERTOTREJO
BAIDEKTENA
LEANDROROCA
PAULO_CÉZARBRAVO
CHINABACAS
OSVALDODE LOS LOBOS
PAULO_LIMAORTEGA
RENATOAGUIRRE
CÉZARECHANIZ
TONHOZEZINHO
TÉCNICO: VALDIR_ESPINOSATÉCNICO: CARLOS_REONOSO



SUBSTITUIÇÕES - GRÊMIO
Entrou Casemiro, saiu Paulo César.
Entrou Bonamigo, saiu Paulo César Lima.
Entrou Tarciso, saiu César

SUBSTITUIÇÕES - AMÉRICA DO MÉXICO
Entrou Tapia, saiu Roca




Equipe gremista de 1983







Taça de 1983

8 comentários:

O Grêmio é O MELHOR DAS AMÉRICAS!!!!
Chora Macaco Imundo que NUNCA GANHO DE NINGUEM!!!
Dalhe Tricolor dos Pampas!

http://pt.wikipedia.org/wiki/Copa_Interamericana
NÃO ACHEI

Não é a mesma taça Interamericana, é a COPA LOS ANGELES / TAÇA PAN-AMERICANA, que é uma competição oficial ( Conmebol & Concacaf) a nivel Interamericano.

Ps.: Ao autor do blog uma dica para que mude o nome do título para taça Pan-Americana

Anônimo says:
Não é a mesma taça Interamericana, é a COPA LOS ANGELES / TAÇA PAN-AMERICANA, que é uma competição oficial ( Conmebol & Concacaf) a nivel Interamericano.

Ps.: Ao autor do blog uma dica para que mude o nome do título para taça Pan-Americana

_________

Como vc mesmo disse, é a nível INTERAMERICANO. Por isso, não vejo a necessidade de mudar o nome.

OBS.: Vou colocar ao lado Copa Los Angeles para identificar melhor.

vlw

Essa taça ai Séria, a copa sulamericana ??

http://twitter.com/JhonneRodrigue

Ass: Jhonne Rodrigues

A Copa Interamericana Oficial nunca vencemos, mas essa edição do Torneio possue o mesmo caráter. Por isso não consta o Grêmio como Campe~~ao da Interamericana de 83, mas como Campeão da Taça Pan-Americana/Copa Los Angeles, ou seja, a mesma coisa, com a mesma forma de disputa.

A Copa Pan-Americana Los Angeles de 1983 (assim como a Taça das Nações da América conquistada pelo América do México) foi uma iniciativa criada e organizada pela Califórnia Soccer Association sob supervisão da United States Soccer Federation, dentro da conformidade dos estatutos e regulamentos da FIFA. A intensão inicial era que ela fosse disputada entre os campeões da Conmebol e Concacaf definindo o campeão do continente americano, colocando-se em disputa concomitante a Taça Interamericana. O projeto era similar ao do Mundial no Japão, tanto que os americanos já haviam tentado anteriormente levar o mundial para Los Angeles mas perderam a concorrência para os japoneses. Todavia, como o texto acima coloca muito bem, a instabilidade política e econômica da América Central acabou interferindo no calendário da Copa de clubes campeões da Concacaf de 1983 que deveria finalizar em novembro ficando para fevereiro do ano seguinte. Assim, a Taça Interamericana 1983 acabaria sendo cancelada. A Copa Pan-Americana Los Angeles foi mantida porque já fazia parte do calendário esportivo da CSA e USSF como uma parte da promoção do futebol para os jos Olímpicos de Los Angeles autorizada pela FIFA. O nome do troféu é uma homenagem a sede dos jogos de 1984. Seu cancelamento poderia representar prejuízo econômico e político aos interesses da USSF e CSA que pretendiam trazer para 1994 a Copa do Mundo nos EUA. Sob o prisma jurídico não há dúvidas quanto a oficialidade da Copa Pan-Americana Los Angeles pois ela foi organizada pela CSA filiada a FIFA, CONCACAF e USSF. Para organizar este tipo de competição é necessário autorização da FIFA caso contrario haveriam sanções aos organizadores, associações nacionais envolvidas, clubes, jogadres e árbitros. Nada disto aconteceu o que prova que a competição aconteceu em conformidade aos estatuos da FIFA. Quanto ao título de Campeão das Américas este é oficioso, quando provêm de fontes oficiais mas não certificado por entidade comnpetente neste caso a Conmebol e Concacaf. É importante não confundir oficioso com "não - oficial" ou "extra-oficial" quando não existe nenhuma fonte oficial presente. Embora a Conmebol e Concacaf não tenham participado na organização da Copa Los Angeles também não se opuseram a sua realização. A Copa Los Angeles foi a única competição oficial de nível pan-americano organizada por entidades de administração do desporto filiadas a FIFA em 1983 o que a torna relevante. Claus Farina historiador, produtor cultural e profissional da área de múseus e patrimônio.

Ok pode fazer uso de algumas das minhas observações mas gostaria de receber o crédito pois pesquiso o assunto a mais de 9 anos. Um abraço Claus Farina: Historiador, pesquisador, produtor cultural e profissional da área de museus, memória e patrimônio.

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011