22/08/2011

BR'11: Envergonhado, novamente


A Nação Gremista de um modo geral vem sentindo um mesmo sentimento, não aquele guardado para seguidores de um grande clube de futebol como a euforia, felicidade desmedida e satisfação, mas sim a tristeza, avareza e a decepção pela situação deteriorante que vem sofrento a mais de 10 anos nosso Imortal Tricolor.

Ser torcedor gremista sempre foi sofrer, isso porque amamos o clube e sentimos a cada lance, mas hoje é padecer por falta de resultados e, principalmente, títulos. Foi-se, tardiamente, o sentimento geraldino de apoio incondicional, uma das poucas coisas boas da má fase pós 2001, mas o local que o sentimento submisso deixou precisa ser preenchido rapidamente com outro, a ambição, do contrário, seremos apenas um Atlético Mineiro esquecido no bairro Humaitá.


Primeiro tempo

O Grêmio dominou, mas o fantasma do quase imperou no Serra Dourada. Faltava precisão no ataque gremista, talvez tivéssemos se ao invés de um jogador limitado como Brandão encontrássemos a qualidade que Borges, vendido para o Santos e fazendo gols, tinha. Se Borges estava em má fase no Tricolor, Brandão, André Lima, Miralles e Leandro não fogem a sina, mas o "bola da vez" foi o atual santista, agora pecamos com um banco mediano.

Foto: Agência Lance
Chamado de "o vilão", Douglas foi quem mais contribuiu em campo, arriscou a gol e serviu o ataque ineficiente. Teve algumas chances melhores e não mandou para tiro de meta como nas vezes anteriores. Abre-se então a discussão de quem não quer jogar na equipe, seria Gabriel? Rafael Marques? Vilson? Lúcio?

Mesmo melhor o Imortal só chegou forte aos 18 minutos, Brandão recebeu de Gilberto Silva e mandou contra a goleira goianiense, mas Márcio fez a defesa. A resposta do Atlético foi instantânea, em um grosseiro "apagão" gremista, Anselmo foi lançado para o ataque, mas Victor chegou antes para afastar, por sorte o goleiro, em má fase, não errou o chutão para longe.

Foto: Agência Lance
Aos 31 minutos o Dragão atacou de novo com Anselmo, em um contra-ataque rápido o jogador ficou frente a frente com o gol visitante, mas errou. Dez minutos depois o jogador, destaque na equipe, cabeceou outra bola perigosa par fora.

Um pouco acuado, o Grêmio buscou mais o ataque e, aos 43 minutos, teve a melhor chance da primeira etapa, Douglas cruzou para Miralles que, livre pelo lado direito de campo, entrou na área e finalizou para fora, passando muito próximo do gol.


Segundo tempo

Tentando recuperar o espaço perdido na primeira etapa o Atlético Goianiense imprimiu uma postura mais ofensiva e assustou os visitantes nos minutos iniciais. Antes do primeiro minuto de partida, Anselmo quase acertou um cabeceio venenoso. Três minutos depois Thiaguinho, de fora da área, mandou uma bomba que passou perto da meta de Victor.

Foto: Agência Lance
Aos 6 minutos tentamos uma resposta, Bruno Collaço recebeu de Douglas e cruzou para o campo de ataque, mas nem Miralles, nem Brandão, que chegavam na área, conseguiram dominar. Douglas participou da maioria dos lances ofensivos dos 45 minutos iniciais e dos dois primeiros do segundo tempo também, aos 7 finalizou contra o gol goiano obrigando o goleiro adversário a uma difícil defesa.

O jogo estava para nós. Aos 31 minutos Miralles mandou para o gol de Márcio que conseguiu espalmar para frente, na sobra, André Lima tinha a chance de empurrar para as redes, mas não conseguiu chegar a tempo. Foi então que Rafael Marques fez mais uma de suas façanhas, foi expulso por uma falta dura e deixava o Grêmio com um a menos logo aos 32 de jogo.

Foto: Agência Lance
Depois do revés o time foi para a defesa buscando garantir o 1 ponto fora de casa, foi pressionado e não tentou mais nenhum lance de ataque. Seguramos, mas, aos 45 minutos, bobeada geral e gol dos mandantes. Lúcio perdeu para Diogo Campos que esperou Victor sair para abrir o marcador.



FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 1 X 0 GRÊMIO

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 21 de agosto de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschillia e José Amilton Pontarolo (ambos do PR)
Cartões amarelos: Gilberto Silva e Adilson (Grêmio). Gilson e Bida (Atlético-GO)
Cartões vermelhos: Rafael Marques (Grêmio)

Gols: ATLÉTICO-GO: Diogo Campos, aos 45 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-GO: Márcio, Adriano (Rafael Cruz), Gilson, Anderson e Thiago Feltri; Pituca, Ernandes (Adriano Pimenta), Bida e Thiaguinho (Diogo Campos); Juninho e Anselmo
Técnico: Hélio dos Anjos

GRÊMIO: Victor; Gabriel (Lúcio), Vilson, Rafael Marques e Bruno Collaço; Gilberto Silva, Adílson, Fabio Rochemback e Douglas; Miralles (Saimon) e Brandão (André Lima)
Técnico: Celso Roth



Resultado/Próximo jogo

Com a derrota estamos muito próximos do Z4, com 18 pontos ocupamos a 17ª colocação. Com relação ao primeiro do rebaixamento estamos a somente 1 ponto e distância, do título 19 e da Libertadores 16.

Nossa próxima partida é Gre-Nal, dia 28 de agosto, domingo. O jogo será no estádio Olímpico Monumental, às 16h.



Vídeo:




0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011