01/05/2011

GAUCHÃO'11: Pelo que temos, Renato foi um milagreiro


Quem gosta de perder Gre-Nal? Ninguém, mas certo é que escapamos de perder feio para um time que, pelo que demonstrou hoje, não é muito melhor do que nós. O Grêmio acertou jogando de forma defensiva, Portaluppi é um milagreiro conseguindo fazer time com o plantel que possui e, principalmente, conquistando um empate com mais de meio time reserva/semi titular. PRECISAMOS CONTRATAR URGENTE!

O jogo foi feio, o Tricolor deve ter errado, no mínimo, setenta passes e o primeiro tempo foi um filme de terror. O que fica é que para alguém como eu, que torcia para que o clube do coração não levasse goleada, o resultado dá alguma dignidade ao esqueleto de time que possuímos.


Primeiro tempo

A primeira etapa toda foi de um Inter forte, controlador, mas sem efetividade. Desde o primeiro minuto a equipe vermelha dominava o jogo, enquanto o Grêmio se preocupava com a defesa (o que fez muito bem por sinal).

Foi com Gilson a primeira chance do Imortal. O lateral chutou de fora da área para boa defesa de Renan. Logo depois foi a vez do Inter aprontar. Aos 23 minutos Damião ganhou a bola de Rodolfo, que chegou atrasado no lance, e encobriu Marcelo Grohe que vinha ao seu encontro. Ao invés de jogar futebol os gremistas resolveram seguir o exemplo do ex meia gremista Carlos Alberto e gesticular uma inexistente falta do atacante colorado no lance, deprimente.


Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm/Divulgação
O Grêmio não jogava, mas também não arriscava atrás. Com a derrota parcial Renato se viu obrigado a arriscar, não demorando Leandro entrava como a primeira substituição gremista na partida. O garoto prodígio do Imortal foi um Q a mais no time, os ataques começaram a ser mais frequentes e o time que só defendia começava a mudar o ritimo da partida. Aos 41 minutos o craque tricolor mandou uma bola na rede pelo lado de fora, sorte colorada e resultado preservado no primeiro período da partida.


Segundo tempo

Como na primeira etapa o Internacional dominava no segundo tempo. Aos 6 minutos Andrezinho perdeu grande chance na frente da área tricolor, mandando a bola por cima da goleira. Um minuto depois Grohe fez grande defesa em uma finalização de D'Alessandro.

Aos 25 minutos o Grêmio conseguiu uma vantagem, Guiñazu derrubou Vilson em mais uma de suas milhões de faltas violentas (90% ignoradas pelos árbitros, diga-se de passagem) e foi justamente expulso. Com o revés Falcão foi obrigado a defender o time colocando Matias.


Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm/Divulgação
As alterações do segundo tempo reforçaram o Imortal, a vantagem numérica e a nova postagem tática da equipe inverteram as cartas da partida, agora era o Grêmio que ditava, em certos momentos, o ritmo do jogo. Foi assim que no final da partida, aos 41 minutos, o Tricolor empatou com Viçosa na sobra de uma confusão na área colorada.

Com o empate a decisão iria para os pênaltis, o Grêmio continuou insistindo, mas foi o Inter que teve a chance de voltar a frente no marcador com Damião, que perdeu grande chance no finalzinho do jogo.


Foto: Jefferson Bernardes/Vipcomm/Divulgação
Nas penalidades a primeira cobrança foi de Borges, o centroavante que já não tinha jogado nada na partida perdeu a cobrança e deixou o Grêmio atrás, já que D'Alessandro converteu a primeira do Inter. Na segunda cobrança um erro, colocou-se o RESERVA Fernando para cobrar, mais um erro gremista e um acerto colorado de Damião. Rochemback, com toda responsabilidade que era de se esperar, não desperdiçou, da mesma forma o colorado Kleber. Nos pés de Adilson a responsabilidade de converter ou eliminar o Tricolor, o Pastor Alemão não errou, mas como Rodrigo(fdp) converteu, o Inter sagrou-se campeão do segundo turno. QUE FALTA FAZ VICTOR!


FICHA TÉCNICA
Internacional 1 (4) X (2) 1 Grêmio


Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 1º de maio, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Renda: R$ 956.365,00
Público: 33.634
Árbitro:
Márcio Chagas da Silva
Assistentes: Autemir Hausemann e José Franco Filho
Cartões amarelos: Guiñazu e Bolívar (Inter); Rafael Marques, Gilson e Adilson (Grêmio)
Cartão vermelho: Guiñazu (Inter)

GOLS: INTER: Leandro Damião, aos 23 minutos do primeiro tempo
GRÊMIO: Junior Viçosa, aos 41 minutos do segundo tempo

INTER: Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Guiñazu, Tinga, D'Alessandro e Andrezinho (Juan); Oscar (Wilson Matias) e Leandro Damião
Técnico:
Paulo Roberto Falcão

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Vilson (Junior Viçosa), Rafael Marques e Rodolfo; Gabriel (Fernando), Fábio Rochemback, Willian Magrão (Leandro), Adilson, Douglas e Gilson; Borges
Técnico: Renato Gaúcho



Resultado/ Próximo jogo

Com a eliminação, agora somos obrigados a jogar mais dois Gre-Nais, sendo o primeiro no Beira-Rio e o segundo no Olímpico (já que o Grêmio tem melhor campanha no Geral) em datas e horários a definir (a princípio dia 08 e 15 de maio). Do vencedor dos confrontos teremos o campeão gaúcho de 2011.

Pela Libertadores temos o jogo de volta das oitavas-de-final no Chile, dia 4 de maio, quarta-feira, no estádio San Carlos de Apoquindo, às 21h50min. Precisamos vencer de 2X1 para levar a decisão para os pênaltis, 2X0, 3X2, 4X3 e assim por diante para seguir na competição pelo tempo normal.



Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011