11/05/2011

GAUCHÃO'11: Para a arrumar a casa


O Campeonato Gaúcho se tornou um verdadeiro Mundial Interclubes para Grêmio e Internacional, o estadual é sinônimo recuperação e arrancada para o Brasileirão que se aproxima. O Imortal fez sua parte, ô se fez, venceu o Colorado no Beira-Rio pelo placar de 3X2, um dos Gre-Nais com mais gols nos últimos anos.

No primeiro momento a euforia da vitória, mas agora é momento de colocar a cabeça no lugar e entrar com 11 homens de gelo dentro de campo. Talvez seja a hora de repetir algo ao estilo do jogo contra o Universidad Católica, retranca inteligente, com Leandro na frente claro.

Foto: ClicEsportes
Por falar no garoto, ele desequilibrou, destruiu o sistema defensivo no clássico, já mostrou para que veio e alguns diziam que o Douglas Costa seria o novo Ronaldinho Gaúcho, pois bem, esse será nosso novo Portallupi do Olímpico. Consciente desde que subiu para os profissionais do clube, o jogador não titubeou, joga rigorosamente todos os jogos bem, ou quando joga mais ou menos não faz cagadas como Borges.

O jogo do clássico já foi comentado pela imprensa e colegas blogueiros, então me atenho aos lances da partida. O primeiro gol colorado foi bobeira da defesa gremista, tudo bem que o Andrezinho chutou bem colocado, mas como a defesa deixa uma troca de passes tão intensa dentro da área? Esta na hora de contratar.

Foto: ClicEsportes
Depois do gol o Grêmio demorou, mas se encontrou em campo, as jogadas começaram a evoluir e o Inter a sucumbir. Tanto que do meio do primeiro tempo até o final dele fomos superiores em futebol e em finalizações. Aos 38 minutos Viçosa fez um gol de cobertura sobre Renan, que goleiro hein nhô Batista!

No começo do segundo tempo a prata da casa, Leandro, fez o segundo gremista (o Falcão nem tinha esquentado o banco ainda). Depois do gol o Inter apagou e o Tricolor continuou dominando, Leandro marcou gol e aterrorizou o sistema defensivo vermelho. Quando estávamos um pouco mais acomodados Damião arriscou, Grohe errou e tomamos o segundo, empate.

Foto: ClicEsportes
Quando parecia que o jogo terminaria assim, Viçosa deu a segunda cobertura sobre Renan no jogo, o goleiro caiu pateticamente dentro do gol e o Inter perdeu dentro de casa. Estamos a cinco Gre-Nais de invencibilidade e a 12 clássicos não se vi um placar com tantos gols.


FICHA TÉCNICA
Internacional 2 x 3 Grêmio

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 8 de maio de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Lima
Assistentes: Marcelo Barison e José Javel Silveira
Cartões amarelos: Rodrigo, Bolivar, Bolatti, Nei, Tinga e Kleber (Internacional); Fernando e Neuton (Grêmio)
Cartão vermelho: Escudero (Grêmio)

Gols:
INTERNACIONAL:
Andrezinho, aos 8 minutos do primeiro tempo, e Leandro Damião, aos 36 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Junior Viçosa, aos 38 minutos do primeiro tempo e aos 41 minutos do segundo tempo, e Leandro, no primeiro minuto do segundo tempo

INTERNACIONAL: Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Bolatti, Tinga, D'Alessandro (Oscar) e Andrezinho; Rafael Sobis (Cavenaghi) e Leandro Damião
Técnico: Paulo Roberto Falcão

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Mário Fernandes, Vilson, Rodolfo (Neuton) e Gilson; Fabio Rochemback, Fernando, Escudero e Douglas (Lúcio); Leandro (Lins) e Junior Viçosa
Técnico: Renato Gaúcho



O Gauchão também é lugar de montar o time para o campeonato nacional, dessa forma acredito que a direção deveria pensar com carinho em rever a atual lista de dispensas do Grêmio. Dentre os nomes temos Borges, Escudero, Vinícius Pacheco, Diego Clementino, Gilson, Roberson, Maylson e Lins. Inicialmente não podemos ignorar a qualidade que alguns jogadores já apresentaram:


Borges: o centroavante foi um dos nomes do grande Grêmio do começo do primeiro semestre, esta em má fase, mas não pode melhorar? Já demonstrou qualidade aqui e no São Paulo, será que desaprendeu? Precisamos de um reserva para André Lima, não pode ser esse?

Escudero: o argentino sair é uma declaração de incompetência e ignorância total do futebol que a direção pode cometer, o cara mal jogou e até agora tem demonstrado evolução a cada partida.

Vinícius Pacheco: todo time que quer sair campeão de alguma coisa a mais que estadual e sul-americana precisa ter elenco, precisamos de reservas para os meias que possam se machucar ou ser suspensos, Pacheco tem qualidade e precisamos de banco.

Clementino: Nunca entendi essa idolatria de alguns torcedores gremistas pelo Diego Clementino. O cara foi o medalhão em 2010, mas era só fase, qualquer um via que era um jogador super limitado. Não nego, porém, que, na hora da comemoração, a idéia de que era um bom jogador subia a cabeça. Deu o que tinha que dar.

Gilson: O erro foi cometido quando saiu o Fábio Santos, Gilson nunca foi jogador para estar no Grêmio.

Roberson: Sinceramente, mal sei quem é esse jogador, mas se é da casa, pelo menos manda para um clube do exterior para pegar experiência. Também não sabia quem era Mario Fernandes quando fugiu e hoje é o ótimo jogador que conhecemos.

Maylson e Lins: Bons para o banco, mas se vier melhores...



Resultado/Próximo jogo:

Com a vitória por 3X2 estamos a um passo do título. Podemos perder por 1X0 e 2X1 que ficamos com a taça. A idéia é título limpo, sem derrotas, mas não dá para subestimar o adversário, já que um 3X2 para eles leva a decisão para os pênaltis e um 2X0 acaba com o título indo para o Beira-Rio. O segundo jogo da final será domingo, dia 15, às 16h, no estádio Olímpico e promete a volta de Victor e Collaço para o time.


Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011