07/04/2011

JOGOS HISTÓRICOS: Real Madri 4X1 Grêmio



Certo, não vencemos, muito menos perdemos com honrarias, mas esse jogo é, sem dúvida, uma das grandes partidas do Tricolor. Nem tudo é vitória e como estamos aqui para contar a história não podemos esquecer do confronto contra um dos maiores clubes do Mundo e o maior do século XX, especialmente nos anos 50 e 60.

No dia 24 maio de 1961 o Grêmio, em excursão a Europa, foi convidado a duelar contra o poderosíssimo Real Madri. No elenco do clube espanhol Alfredo Di Stefano, o qual muitos consideram tão bom quanto Pelé, Ferenk Puskas e Francisco Gento.

Na verdade o jogo amistoso não fora planejado, a equipe da Espanha iria duelar com o clube francês Sedan, que não pode participar da partida, sendo substituído pelo clube gaúcho que, apesar de não possuir uma seleção como a do Real, tinha no seu elenco um dos melhores jogadores do Brasil na época, Gessy, que calou a La Bombonera aplicando os 4 gols do Grêmio contra o Boca Juniors em 1959.

Para se ter uma idéia do que era o Real Madri, podemos mencionar, além do magistral Di Stefano, que o clube espanhol vinha da conquista do Mundial de Clubes por 5X1, repito, 5X1 sobre o gigante Peñarol dos anos 60, uma senhora superioridade. Além da super vitória no Intercontinental o clube vinha de 5 títulos da Liga dos Campeões seguidos, e de igualmente de 5 campeonatos espanhóis em sequência que só seria quebrada em 1973, após 12 títulos conquistados pelo clube da capital espanhola, nem no Gauchão um clube conseguiu uma façanha tão boa.

O jogo começou com um gol de Del Sol para o Real logo no primeiro minuto de partida, aos 24 Cardoso empatou para os gremistas. Até ai tudo bem se Puskas, jogador do chute de canhão, não tivesse encaçapado duas aos 36 e 43 minutos de partida. Na segunda etapa Mateos fez o quarto do Real Madri, aos 40 minutos, e encerrou o amistoso internacional. Como pode ser visto e pesquisado, a derrota gremista não foi nenhum pouco feia, muito menos vexatória (ainda mais se comparado com o escore do final do Intercontinental de 1960) em jogo em que um dos grandes times das Américas não suportou a força do maior clube do Mundo do século XX.


DADOS DO JOGO
Local:Stade de la Meinau/FRA
Data:24/05/1961
Árbitro:
Gol:Cardoso (Grêmio) e Del Sol, Puskas e Mateos (Real Madri) 


 GRÊMIO
REAL MADRI
HENRIQUE
VICENTE
ATENIN
MARQUITOS
AIRTON
SANTAMARIA
ORTUNHO
CASADO
ENIO
VIDAL
ELTON
PACHIN
CARDOSO
HERRERA
GESSY
DEL SOL
MARINO
DI STÉFANO
MILTON
PUSKAS
VIERA
GENTO
TÉCNICO: TELÊMACO FRAZÃO DE LIMA
TÉCNICO:
MIGUEL MUÑOZ


Equipe gremista de 1961




Créditos: Dedico ao gremista Jeferson Silveira Fernandes, que nos forneceu algumas das informações citadas acima, os créditos desse post.

3 comentários:

Olha só, tem poucas coisas erradas aí. Tenho a reportagem da época sobre o jogo. Algumas correções poderiam ser feitas:

O Gol do Grêmio foi de João Cardoso. O jogador é Marino e não Marinho.

A escalação do jogo:

Henrique
Altemir
Airton
Ortunho
Elton
Enio Rodrigues
Cardoso
Gessi
Marino
Milton
Vieira

Gols: Del Sol (RM), Cardoso (GRE), Puskas (RM), Puskas (RM), Mateos (RM)

Felipe,

Poderia me passar a reportagem para divulgar nesse post?

clicgremio@gmail.com

Abraço!

Achei a ficha desta partida no site da RSSSF, onde tem erros de grafia nos nomes dos jogadores do GFBPA, tal como Gessy, está como Gressy.

O link:

http://www.rsssf.com/tablesm/madrid-trip61.html

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011