18/04/2011

GAUCHÃO'11: Mais um jogo preocupante



Passamos e isso é bom, mas não podemos esquecer o que se passou até a defesa do goleiro Victor no último pênalti do Ypiranga. O time está mal, as últimas atuações dão conta de uma equipe desorganizada, sem força de intimidação e extremamente dependente de suas estrelas, a carência é grande.

Não por menos o maior ídolo da história recente do Grêmio receba suas primeiras vaias, já tem torcedor se dando conta que com o que temos é difícil, ou até impossível, vencer uma Libertadores. Não é mais questão de sorte, Imortalidade ou ser copeiro, do contrário teríamos vencido a La'09, o que não ocorreu.

A passagem paras as semifinais foi conquistada, temos pela frente um time muito forte do Cruzeiro, além do perigoso gramado do estádio Passo D'Areia, possivelmente o palco da partida. Agora a peleia engrossa, se o Grêmio não melhora, fica pelo caminho.


Primeiro tempo

Logo no início da partida o prodígio tricolor, Leandro, já deu as caras no jogo. Aos 6 minutos o meia passou a bola para Borges, que perdeu uma chance incrível com a goleira vazia. Mais um dos muitos erros do centroavante, e por quê? Porque não tem mais a parceria com Jonas e ninguém no time capaz de substituir o atacante do Valencia, com André Lima não será diferente.


Foto: Wesley Santos/Pressdigital

Aos 9 minutos foi a vez do time da casa responder ao ataque gremista. Branco mandou uma bomba de fora da área, passou pertinho do gol de Victor. A equipe de Erechim não se escondia em campo, tinha o nítido objetivo do contra-atraque e levava perigo mesmo com o domínio do Imortal.

Douglas marcou seu nome na partida aos 23 minutos, o meia mandou uma bola perfeita para dentro do gol do Ypiranga. Dois minutos depois Adilson mandou uma no travessão, grande chance perdida por azar do volante que teve de ser substituído no meio do primeiro tempo.

 
Foto: Wesley Santos/Pressdigital
Depois do gol o Grêmio administrou o resultado até o intervalo, apesar de tentar sair no contra-atraque a equipe verde e amarela parava na marcação gremista não levando muito perigo ao goleiro Victor.


Segundo tempo

Na segunda etapa os mandantes voltaram dispostos a jogo, atacavam mais e obrigavam os gremistas a recuarem no campo de defesa. De tanto insistir desde os primeiros minutos o Ypiranga conseguiu o empate aos 17 minutos. Em uma falha de Douglas Giovane recebeu perto da área e mandou para as redes em uma falha incomum do goleiro gremista.


Foto: Edson Castro/Futura Press
Três minutos depois do gol, Portaluppi sacou Leandro e Douglas, recebeu sérias vaias da torcida gremista, sinal vermelho no Grêmio (está na hora de repensar conceitos). Apesar da aparente má substituição a mexida gerou efeitos; aos 25 minutos Carlos Alberto quase ampliou, obrigando o goleiro Saulo a uma grande defesa.

Mais trave aos 35 minutos. Borges recebeu de Lúcio e mandou a redonda de cabeça no traveção. Mas não foi só o Grêmio que errou o gol, aos 40 minutos Silvestre entrou na área de Victor e mandou mais uma na trave sagrada. Fim do jogo, decisão nos pênaltis.

Foto: Edson Castro/Futura Press
Na primeira os dois times acertaram, na segunda Lúcio perdeu para o desespero dos gremistas. Apesar do revés, Saulo mandou também na trave, tudo igual. Na terceira cobrança duas bolas nas redes e na última cobrança uma bola defendida por Victor e outra convertida por Gabriel (aliás, lindo gol), deu ao Imortal a vaga na semifinal.


FICHA TÉCNICA
Ypiranga 1 X 1 Grêmio


Local: Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim (RS)
Data: 19 de janeiro de 2011, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro:
Márcio Chagas da Silva
Assistentes: Altemir Hausemann e Júlio César Santos
Cartões amarelos: Barone e Glauco (Ypiranga); Neuton (Grêmio);
GOLS:
YPIRANGA: Mateus, aos 39 minutos do segundo tempo;
GRÊMIO: Júnior Viçosa, aos 10 minutos do segundo tempo;

YPIRANGA: Bruno Grassi, Frede (Gilvan), Glauco e Mateus; Thiago Gosling, Pansera (Silvestre), Émerson, Saulo e Baroni; Cleiton e Elcimar (Tiago Pereira)
Técnico: Agenor Piccinin

GRÊMIO: Marcelo Grohe, Mário Fernandes, Vilson, Neuton, Bruno Collaço (Dener); Matheus Magro, Adilson, Roberson (Maylson) e Pessalli; Diego Clementino e Júnior Viçosa (Bergson)
Técnico: Renato Gaúcho




Resultado/Próximo jogo

Com o resultado estamos na semifinal do segundo turno do Gauchão (Taça Farroupilha) . Como não temos a melhor colocação faremos nossos dois possíveis jogos até o título fora de casa, no caso da próxima fase será contra o Cruzeiro, que quer jogar no estádio do São José, mas por ter grama sintética está gerando atrito entre os clubes.

A partida da semifinal será no estádio Passo D'Areia. O jogo será dia 23 de abril, às 18h30min (alterado pela FGF), sábado. Quem vencer espera o resultado entre Inter e Juventude no domingo para saber quem será o adversário na final.




Vídeo:



0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011