24/01/2010

GAUCHÃO'10: Quase um vexame

Depois de vencer boas e tradicionais equipes como o Pelotas e o Caxias, o Grêmio quase amargou uma derrota diante da equipe do Veranópolis dentro do estádio Olímpico. No ano que passou vencemos grandes equipes, muitas de goleada, Cruzeiro, Inter, Flamengo, Fluminense, Botafogo e afins amargaram o gosto da derrota no Monumental e, por pouco, um time de primeiro semestre não tira mais de um ano de invencibilidade do Imortal, acredito que as desconfianças tenham fundamento.


Primeiro tempo

O Grêmio iniciou o jogo no ataque, com grande destaque no meio campo, principalmente com Hugo. A pressão era meramente inicial, pois o VEC, equipe sorrateira da serra gaúcha, viria a aprontar mais uma das suas no estadual.

Foto: Daniel Marenco
Repetindo os erros dos dois jogos anteriores o Tricolor se jogou para o ataque em busca do primeiro gol deixando a defesa desprotegida, logo aos 8 minutos os visitantes se aproveitaram da fraqueza para balançar as redes. João Paulo entrou na área e estufou o gol de Victor que se precipitou.

Com o objetivo alcançado, o time da terra da longevidade adotou a velha postura dos clubes do Interior Gaúcho de sair nos contra-ataques, abusando da retranca e marcação. Já o Grêmio se viu desesperado com o resultado inesperado não conseguindo produzir chances de gol e levando o resultado adverso para o vestiário.


Segundo tempo

A tática visitante continuou surtindo efeito, em contragolpes perigosos o Veranópolis ameaçava cada vez mais a invencibilidade gremista. Victor teve de aparecer bem em duas oportunidades, uma em um chute de Romário e outra na cabeçada de João Paulo, só no início.

Foto: Daniel Marenco
Desesperado, mas melhor, o Imortal buscava o empate na qualidade individual, aos 14 minutos Réver quase conseguiu a igualdade, o zagueiro cabeceou na trave, logo depois Souza quase fez, mas Vanderlei conseguiu defender.

Depois de muito insistir o Grêmio chegou ao empate, novamente Jonas, o salvador, fez o gol. Aos 19 minutos Souza mandou para o artilheiro gremista que cortou o adversário e meteu no canto direito do goleiro pentacolor.

Foto: Daniel Marenco
E foi só, depois do gol a equipe não conseguiu produzir mais, mesmo após a expulsão de Marcos Paraná do VEC. Aos 40 minutos Lúcio foi derrobado na área, mas não foi marcado pênalti. Atuação ruim e, dessa vez, sem vitória.



FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 1 VERANÓPOLIS
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 24 de janeiro de 2009, domingo
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Márcio Coruja
Assistentes: Paulo Conceição e Júlio Espinosa
Cartões amarelos: Ademir (Veranópolis). Túlio, Adilson e Rafael Marques (Grêmio)
Cartão vermelho: Marcos Paraná (Veranópolis)
GOLS: GRÊMIO: Jonas, aos 19 minutos do segundo tempo
VERANÓPOLIS: João Paulo, aos oito minutos do primeiro tempo
GRÊMIO: Victor; Ferdinando (Maylson), Réver, Rafael Marques e Fábio Santos (Lúcio); Túlio (Fernando), Adilson, Hugo e Souza; Borges e Jonas
Técnico: Silas
VERANÓPOLIS: Vanderlei; Raulen (Matheus), Ademir, Marcelo e Romano; Marquinhos, Fernando Miguel, Eduardinho e Marcos Paraná; João Paulo (Dudu) e Kito (André Luís)
Técnico: Gilmar Dal Pozzo



Resultado/Próximo jogo

Com o empate estamos com 7 pontos, na classificação do campeonato permanecemos na 1ª colocação do Grupo 1, mesmo número de pontos que o Novo Hamburgo, com vantagem nos gols marcados.

Nosso próximo jogo é dia 27 de janeiro, quarta-feira, às 22h. A partida será no estádio dos Plátanos contra a equipe do Santa Cruz em Santa Cruz do Sul.



Vídeo:




0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011