24/03/2011

MATUTANDO: E a Traffic?



No fim do ano passado o Grêmio firmou um pré-contrato de parceria com a empresa Traffic, que investe, entre outras coisas, em jogadores de futebol. O acordo que parecia ser pomposo está cada vez mais caído no esquecimento e o Tricolor parece fazer questão de não utilizar da parceira para a contratação de jogadores para o elenco, principalmente um substituto a altura de Jonas.

As boas relações entre Grêmio e Traffic nasceram antes da posse de Odone na presidência, mas a ajuda da empresa ao Flamengo na contratação de Ronaldinho conturbou as negociações e acendeu o sinal vermelho para os dirigentes gremistas. Coates, cotado para vir, não veio, Aimar, sondado, também não foi contratado, esse e tantos outros ficaram só na promessa.

Dos contratados com o auxilio da parceira somente Rodolfo chegou. Agora fala-se em Everton do Caxias, uma aposta no momento mais inconveniente, a Libertadores da América. Existem campeonatos específicos para um time fazer testes e apostas, os de pontos corridos, no mata-mata (que é o que enfrentaremos daqui por diante) não é lugar de arriscar a cabeça.

Jogadores de peso poderiam ter desembarcado no Olímpico com a ajuda da Traffic, como por exemplo Dagoberto ou Alex, ex-Inter, que foram somente sondados, extra-oficialmente. Com certeza esses dos em especial seriam a solução para a nossa maior fraqueza esse ano, o ataque. Não foi só no setor que o Imortal perdeu, na lateral esquerda Gilberto Silva poderia ter vindo se a empresa tivesse dado uma "mãozinha".

O certo é que cada vez mais é nebulosa a parceria, se existe ainda. O Grêmio carece de contratações para repor as baixas da nova temporada e diz que não tem dinheiro para contratar, mas ai vem à pergunta: E a Traffic?


"Quase" mudando de assunto

Enquanto o Grêmio tem medo de ousar o Inter vai disputar uma copa internacional com Milan, Barcelona e Bayern, a Copa Audi. Essa é como as tantas taças que cansamos de ganhar nos anos 80 e 90 e que hoje em dia nem lembram mais de nos convidar, normal dado que não conquistamos nada nos últimos anos. Somente copando seremos relembrados e poderemos voltar ao Velho Mundo e mostrar para os europeus, novamente, o que é futebol de raça.

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011