31/01/2011

GAUCHÃO'11: Vencemos quando é importante


Mais uma vez na história mais que centenária do clássico Gre-Nal o Grêmio vence quando o clássico realmente vele alguma coisa. Conforme levantamentos históricos, podemos observar que a supremacia vermelha em clássicos resume-se estritamente a disputas de jogos sem significância para o lado Azul.

O Grêmio, como todos já sabem, venceu mais Gre-Nais em Campeonatos Brasileiros, a competição em que o confronto tem mais peso; o Internacional, por sua vez, tem mais vitórias em amistosos, o extinto campeonato citadino, a desinteressante Sul-Americana e o Gauchão. Conclui-se, sem muito esforço, que a real supremacia no clássico vem quando a disputa é realmente interessante para o Grêmio, como foi para os reservas em Rivera no Uruguai.

Tanto Grêmio quanto Inter queriam vencer o último clássico, pois além de dar mais tranquilidade na disputa do estadual tem como gostinho especial vencer o primeiro Gre-nal em território internacional. Em 1909, o Grêmio venceu o PRIMEIRO CLÁSSICO GRE-NAL da história por humilhantes 10X0. Na data de 1935 o Tricolor venceu o GRE-NAL FARROUPILHA. Nos anos 60 o Imortal venceu o PRIMEIRO GRE-NAL INTERNACIONAL oficial, na disputa da Taça Rio da Prata. Recentemente, em 2009, o Grêmio venceu o GRE-NAL DO CENTENÁRIO e em 2011 vencemos o PRIMEIRO GRE-NAL EM TERRITÓRIO INTERNACIONAL, ou seja, mais de 100 anos vencendo quando realmente importa, quando fica para a história.


Primeiro tempo

A primeira etapa começou como todo clássico, truncado, mas com o Grêmio tomando a frente do ataque. Foi do Imortal a primeira oportunidade de abrir o marcador, aos 6min Diego Clementino mandou a bola para o gol e Muriel fez uma boa defesa com as pernas.

O ataque gremista falhou várias vezes em que o momento de jogo era todo nosso. O Tricolor dominava a equipe colorada que somente se destacava nas belas defesas do goleiro alvirrubro.


Foto: Ricardo Duarte/ClicRBS
Bruno Collaço marcou o primeiro gol do Grêmio

Mesmo com a superioridade foi somente aos 26min que uma nova boa chance apareceu. Em uma jogada no gol adversário o zagueiro colorado Rodrigo mandou contra a própria goleira, mas Muriel, atento, fez uma ótima defesa (é melhor do que Renan, Lauro e afins).

Depois de muito tentar e pouco conseguir o Grêmio acabou pecando por não fazer o gol. Aos 38min Marquinhos mandou para Guto que estufou a rede gremista, quem não faz leva.


Foto: Edu Andrade/Gazeta Press
Pouco público, mas torcida gremista presente

Depois da bucha colorada o Grêmio apagou. Aos 43min os vermelhos quase conseguiram ampliar em uma cobrança de falta com Guto e aos 45min Ricardo quase ampliou também. Por sorte terminava o primeiro tempo.


Segundo tempo

Com o time atrás no marcador, Roger tratou de dar ânimo a equipe gremista. A palestra no vestiário surtiu efeito, tanto que o Grêmio voltou disposto a resolver a partida com o mesmo vigor que havia começado o jogo.


Foto: Edu Andrade/Gazeta Press

Aos 8min Weslley, após cobrança de Maylson, cabeceou para o gol colorado, mas Muriel fez outra grande intervenção. O goleiro colorado foi o nome da partida que poderia ter terminado como no primeiro clássico da história, ou até melhor.

O Imortal pressionava como no começo da primeira etapa, mas errava no último toque. Aos 13min, todavia, a bola entrou. Bruno Collaço cobrou uma falta direto para as redes coloradas, o guri voltou com tudo da Ponte Preta.


Foto: Edu Andrade/Gazeta Press
Primeiro gol de Lins foi na hora certa

Com o Grêmio empilhando chances o Inter pouco saia, mas com perigo. Aos 27min Nathan perdeu a bola, Lins roubou e foi até o gol de Muriel para sagrar o Grêmio vitorioso em um jogo cheio de erros e falta de qualidade, mas com muita raça e entrega.


Resultado/ Próximo jogo

Com o resultado chegamos a 11 pontos na segunda colocação do Grupo 2, que tem como líder o Juventude com 1 ponto a mais. A liderança da chave pode vir na próxima partida já que os alviverdes jogam contra a equipe principal do Inter no Beira-Rio e uma vitória no próximo jogo pode nos dar a tranquilidade absoluta nesta fase da competição.

Antes do Gauchão, nossa próxima partida é pela Copa Libertadores da América. No jogo de volta contra os uruguaios do Liverpool precisamos empatar, por 0X0 ou 1X1, ou de uma vitória por qualquer placar. O jogo será dia 2/02, às 21h no estádio Olímpico.

Pelo Campeonato Gaúcho nossa próxima partida é dia 13/02 no Estádio do Vale contra a equipe do Novo Hamburgo que anda decepcionando em 2011. O jogo será domingo às 17h.



Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011