01/09/2011

BR'11: Roubando, Corinthians derrotou o Grêmio no Pacaembu


Foi como sempre na história do Corinthians, roubado. Graças ao nosso "grande" Presidente Odone talvez o Grêmio tenha auxiliado o clube paulista, juntamente com o Flamengo, a ficar mais longos anos usurpando taças de competidores honestos e profissionais como nós, resta sentar e chorar, são "eles" que detém o poder, e fazem dele o que bem entendem.

Jogamos melhor, a superioridade gremista se traduz em um jogo que, se não somasse o fator jogo fora de casa e juiz comprado, teria tudo para ser vitória. A apresentação empolgante demonstra que, talvez, o time esteja voltando ao ritmo do segundo turno da temporada passada, quando Renato Portaluppi assumiu o comando técnico e víamos uma máquina de fazer pontos, mas, da mesma forma que em 2010, talvez seja tarde demais para o time engrenar em busca de pretensões maiores.


Primeiro tempo

Foto: Leo Pinheiro/ Terra Esportes
O jogo começou movimentado, logo na saída de bola o time porto-alegrense roubou a bola e foi para o ataque. Escudero desarmou o adversário e deu bom passe para Marquinhos, o meia entrou na área e, na hora de concluir, mandou para fora. Pouco depois o Corinthians respondeu, Alessandro chutou da entrada da área, a bola bateu na defesa e ricocheteou, com dificuldades Victor conseguiu tirar com uma das mãos, parece que o goleiro anda melhorando.

Aos 16 minutos um pênalti inexistente para o Corinthians, era o inicio da roubalheira no Pacaembu. A bola foi alçada na área, Adilson subiu para cortar e Emerson se atirou para cavar a penalidade máxima, o árbitro continuou a simulação cinematográfica colocando a bola quase dentro do gol gremista. Na cobrança de Chicão, gol dos donos da casa, e do campeonato comprado.

Depois do gol, o Grêmio parece ter sentido um pouco a desvantagem. Passou a ser pressionado, o ataque alvinegro só parava na bela atuação do goleiro Victor. Em um dos melhores lances do arqueiro, aos 25 minutos, Saimon escorregou na área, Liedson finalizou, mas o camisa 1 defendeu.
Aos 33, em um belo chute de Julio Cesar de longa distância, a bola ia em direção ao gol, mas o goleiro Júlio César conseguiu colocar para escanteio. Seis minutos depois Douglas cobrou falta e acertou um belo gol para empatar o jogo. O resultado permaneceu inalterado até o fim do primeiro tempo.



Segundo tempo

Foto: Leo Pinheiro/ Terra Esportes
Na segunda etapa os gremistas retornaram ao campo melhores que os corintianos. Os primeiros minutos foram de bons lances dos visitantes, mas a bola não entrava. Douglas quase conseguiu fazer seu segundo, mas desta vez Júlio César alcançou a bola, fez uma grande defesa, espalmando para escanteio.

Aos 20 minutos Paulinho recebeu de Jorge Henrique pelo lado direito da área e concluiu com força ao gol, sem chances para Victor, que foi na bola, mas não conseguiu espalmar. Dois minutos o Corinthians chegaria ao terceiro.
Jorge Henrique fez lançamento para a área e Liedson escorou para Ramon, que não tomou conhecimento na marcação e empurrou para as redes. Parecia que tudo conspirava a favor para o Corinthians, mas Liedson foi expulso. Aos 24, ele fez a segunda falta dura para levar o segundo amarelo e sair de campo.

Foto: Leo Pinheiro/ Terra Esportes
Com um a mais entraram Leandro e Brandão para as saídas de Escudero e Marquinhos. Aos 28 minutos, André Lima diminuiu a vantagem corintiana, em escanteio cobrado o centroavante, bem posicionado em frente ao gol e sem marcação, cabeceou e acertou.

O Cotinhians teve mais um expulso, o Grêmio seguia pressionando, mas o juiz fazia o possível para atrapalhar, juntamente com os bandeirinhas, que marcaram impedimento inexistente em chance clara de Leandro. O jogo terminava com um pênalti inexistente, muito roubo e decepção gaúcha em uma campeonato já comprado.



FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 3X2 GRÊMIO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 31 de agosto de 2011 (quarta-feira)
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Marrubson Melo Freitas (GO) e Fábio Pereira (DF)
Cartões amarelos: Edenílson, Liedson (Corinthians); Adilson, Leandro, Douglas (Grêmio)
Cartões vermelhos: Liedson e Edenílson (Corinthians)
Gols: CORINTHIANS: Chicão, aos 16 minutos do primeiro tempo; Paulinho, aos 19, e Ramon, aos 22 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Douglas, aos 40 minutos do primeiro tempo; André Lima, aos 28 minutos do segundo tempo
Público: 16.588
Renda: R$ 439.924,00
CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Paulo André e Ramon (Welder); Ralf, Edenílson, Paulinho e Danilo (Jorge Henrique); Emerson (Wallace) e Liedson
Técnico: Tite
GRÊMIO: Victor; Adilson, Vilson (Edcarlos), Saimon e Julio Cesar; Fábio Rochemback, Fernando, Douglas, Marquinhos (Leandro) e Escudero (Brandão); André Lima
Técnico: Celso Roth




Resultado\ Próximo jogo

Na próxima rodada, o Grêmio enfrenta o Atlético Paranaense, atual time de Renato Portaluppi, no Olímpico no dia 4 de setembro. É a chance de vencer e embalar na competição.



Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011