06/11/2011

BR'11: Atuação patética e mais uma derrota


É imensurável a decepção e a revolta que toma conta da nação gremista, um ano perdido, em que nos foi prometido tudo e saímos sem nada. Um ano seco, nem Gauchão, nem Copa FGF, nada. O planejamento foi para o espaço, assim como qualquer chance de taça ou vaga na Libertadores em 2011.

Rafael Marques é, no máximo reserva, mesmo assim dependemos dele por falta de elenco; Douglas precisa de um tempo no banco, mesmo assim dependemos dele por falta de elenco; André Lima precisa de um parceiro como Jonas na frente, se não serve para muito pouco, mesmo assim precisamos dele por falta de elenco. Essa situação é patética, o Grêmio se tornou tão pequeno quanto o time que a poucas horas nos derrotou.


Primeiro tempo

Foto: Douglas Magno/Gazeta Press
A etapa inicial foi caracterizada pela forte marcação dos dois lados, além de muito equilíbrio, na maior parte da etapa. Empurrado por sua animada torcida, o Atlético-MG começou atacando mais, obrigando o goleiro Victor a fazer boas defesas, aos 12 e 13 minutos, em chutes de Leonardo Silva e Daniel Carvalho. E aos 15 minutos, Neto Berola fez grande jogada pela direita e cruzou rasteiro, mas o atacante André deixou a bola passar, em vez de tentar a finalização.

Grêmio, por sua vez, levava perigo em alguns contra-ataques e, especialmente, nas bolas altas cruzadas sobre a área adversária. Em uma delas, aos 19 minutos, após cobrança de falta, a bola entrou, mas o lance foi anulado por causa da marcação de impedimento de André Lima. Aos 31 minutos, após bola perdida por Daniel Carvalho no meio, em que ele reclamou de falta não marcada pela arbitragem, Escudero finalizou para fora.

Apesar de bem marcado por Fábio Rochemback, Daniel Carvalho criava as melhores jogadas ofensivas atleticanas, alternando arrancadas com a bola, passes para seus companheiros e conclusões a gol. Do lado gremista, Douglas, na etapa inicial, apareceu mais em cobranças de bola parada, já que sofreu uma marcação individual de Pierre.

Depois de forte pressão, o Atlético marcou o gol, aos 41 minutos, quando André colocou a bola nas redes, após chute forte de Fillipe Soutto. Os jogadores gremistas reclamaram muito de um impedimento do atacante alvinegro. E a equipe visitante teve chances de empatar nos minutos finais, mas o time mineiro levou para o vestiário a vantagem parcial.


Segundo tempo

Foto: Douglas Magno/Gazeta Press
Os dois times voltaram com a mesma formação para o segundo tempo. Mas o Atlético-MG ficou com um jogo a menos logo aos 8 minutos, quando Neto Berola, que pouco antes havia recebido cartão amarelo, foi expulso por falta no lateral-esquerdo Júlio César. Com um atleta a mais, o Grêmio partiu para a pressão, em busca do empate.

E Cuca tratou de fechar ainda mais o seu time, colocando em campo os volantes Serginho e Richarlyson nos lugares do lateral-direito Carlos César e do atacante André. Celso Roth, ao contrário, tirou o volante Fábio Rochemback e colocou o meia-atacante Leandro. Dessa forma, a etapa final foi muito nervosa para a torcida atleticana, que viu o time gremista fazer um jogo de defesa contra ataque.

Mas a estrela de Cuca brilhou. O treinador, que tinha fechado o seu time, colocou em campo Marquinhos Cambalhota e viu o atacante marcar o seu primeiro gol pelo time atleticano, em um contra-ataque, levando a torcida alvinegra à loucura e acabando mais cedo o jogo em Sete Lagoas.



FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 0 GRÊMIO
Local: Estádio Arena do Jacaré, Sete Lagoas (MG)
Data: 5 de novembro de 2011, sábado
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)
Assistentes: Herman Brunel Vani (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Cartões amarelos: Leonardo Silva e Neto Berola (Atlético); Marquinhos e Gilberto Silva (Grêmio)
Cartão vermelho: Neto Berola (Atlético-MG)
GOLS: ATLÉTICO-MG: André, aos 41 minutos do primeiro tempo, e Marquinhos Cambalhota, aos 31 minutos do segundo tempo;
ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Carlos César (Serginho), Leonardo Silva, Réver e Triguinho; Pierre, Fillipe Soutto, Daniel Carvalho (Marquinhos Cambalhota) e Bernard; Neto Berola e André (Richarlyson)
Técnico: Cuca
GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes (Everaldo), Rafael Marques, Gilberto Silva e Julio Cesar; Adilson, Fábio Rochemback (Leandro), Marquinhos (Gabriel), Douglas e Escudero; André Lima
Técnico: Celso Roth



Resultado\ Próximo jogo

Com a 13ª derrota, O Grêmio permaneceu com 46 pontos, praticamente dando adeus ao sonho de buscar uma vaga a Libertadores 2012. Agora recebemos o Palmeiras em crise no estádio Olímpico, dia 13 de novembro, PRECISAMOS vencer.



Vídeo:


0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011