26/08/2010

BR'10: Vinte e um contra Victor




Após o jogo desta quinta-feira continuamos na mesma situação de antes, mas com um jogo a menos para reverter a situação. Mais uma derrota dentro de casa, onde, apesar de não vencer fora, não perdemos no ano inteiro de 2009.


Primeiro tempo

Tanto o Grêmio quanto o Santos não entraram bem, enquanto o primeiro tentava acertar os passas o segundo tentava atacar sem sucesso. Apesar da falta de futebol dos primeiros minutos, aos 5 o Grêmio abriu o marcador com Borges que fez o gol após uma bela troca de passes e um cruzamento certeiro de Fábio Santos.
Foto: Terra Esportes
Após o gol o Imortal cresceu e amedrontou os santistas. Aos 14 minutos, Borges girou dentro da área e passou para Jonas que perdeu uma ótima chance de marcar. Após o lance de Jonas o Santos se viu obrigado a retribuir e, aos 16 minutos, Neymar chutou contra o gol e Victor defendeu.

Aos 18 minutos o Grêmio respondeu novamente a investida santista e quase marcou o segundo com Douglas. Nos minutos finais o Peixe começou a  ser mais ofensivo e a tomar a iniciativa de jogo, mas Victor estava lá para nos salvar.


Segundo tempo

No segundo tempo o Grêmio voltou sem forças e o Santos como nos minutos finais de jogo. Aos 8 minutos os paulistas quase empatam, Zé Eduardo chutou contra Victor que espalmou espalmou e, no rebote, o mesmo chutou a bola metida no travessão. No rebote,  Neymar chutou e Victor defendeu de novo. (se os outros não jogam, ele joga)

Mesmo após os lances de entrega de Victor o resto do time parecia estar jogando com o Santos e, aos 21 minutos, Fábio Santos (que não perde uma oportunidade de fazer uma lambança em uma partida) derrubou Zé Eduardo e o juiz marcou pênalti. Neymar cobrou com maestria e empatou o placar.

Foto: Terra Esportes
Após o lance o Grêmio quase passou a frente do marcador novamente. Borges entrou na área só com o goleiro, mas na hora de finalizar o santista tirou a bola de seus pés. Aos 28 minutos o Grêmio atacou de novo e marcou com Rafael Marques, mas o gol foi anulado por impedimento. Com a queda de rendimento, Portaluppi resolveu mudar o time, sacou Douglas (que havia morrido no jogo completamente) e colocou Leandro (que não mudou nada como SEMPRE).

Os times estavam jogando equilibrados até a expulsão de Alex, aos 36 minutos. Após ter o adversário com um homem a menos, o Grêmio tomou a iniciativa, mas deixou espaços e, em um ataque santista, Vilson cometeu pênalti. Neymar foi para a segunda cobrança, mas, como temos o melhor golero do Brasil, Victor defendeu e salvou, MAIS UMA VEZ, o Grêmio da derrota.
O Grêmio sufocou, o gol parecia inevitável, mas aos 48 minutos (como só Victor pensava no resultado) em um contra-ataque rápido, Neymar chutou e Victor defendeu, mas, no rebote, Rodriguinho acertou e fechou a conta. 2 a 1 para os paulistas na nossa casa.


Victor

Victor parece que joga contra 21 jogadores em campo, os nossos e os do adversário, pois os jogadores gremistas ao invés de ajudar a não tomar gol, propiciam uma chuva de pênaltis e lances perigosos que nos fazem amargar cada vez mais derrotas humilhantes como essa para esse clube tão médio do Santos. Santos com Pelé, Robinho, Ganso ou a falsa "estrela" do Neymar, que seja, não é e nunca será maior que o Grêmio na imagem do De León sangrando com a taça na cabeça. Não podemos admitir que nos tirem a raça, pois sem a raça não há Grêmio.



Foto: Terra Esportes




FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 2 SANTOS
Local:
Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 25 de agosto de 2010, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Ricardo de Almeida (RJ)
Renda: R$ 206.231,50
Público: 13.801 pagantes
Cartões amarelos: Fábio Rochemback e Vilson (Grêmio); Edu Dracena, Marcel, Rodriguinho, Alex Sandro e Neymar (Santos)
Cartão vermelho: Alex Sandro (Santos)
Gols: GRÊMIO: Borges, aos 5 minutos do primeiro tempo
SANTOS: Neymar, aos 24, e Rodriguinho, aos 48 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Victor; Edilson, Vilson, Rafael Marques e Fábio Santos; Willian Magrão (Fernando)(Maylson), Fábio Rochemback, Souza e Douglas (Leandro); Jonas e Borges Técnico: Renato Gaúcho
SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Alex Sandro; Arouca, Rodriguinho, Marquinhos (Danilo) e Paulo Henrique Ganso (Zezinho); Neymar e Marcel (Zé Eduardo)
Técnico: Dorival Júnior


 
Próximo Jogo

Grêmio vai a Curitiba enfrentar o Atlético-PR, três pontos ganhos lá podem nos tirar da zona do rebaixamento e nos deixar com 18 pontos na tabela.



Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011