06/09/2009

BR'09: Mais uma "Derrota"?


Demos sorte, na verdade, demos muitaaaaaaa sorte, Grêmio jogou muito mal contra o Vitória dentro do estádio Olímpico e quase viu sua invencibilidade e atuações de luxo irem por água abaixo. A sensação de empatar, esse ano, no Monumental, é pior do que perder fora, sem dúvida, mas não podemos desanimar, temos uma chance de ouro diante do nosso freguês, o Náutico, vamos vencer fora!

Foi uma chance perdida, mais do que isso foi uma decepção vencer equipes de ponta como Flamengo, Internacional e Cruzeiro, mas empatar com um clube que a pouco militava a segundona. Lembrando que o empate só veio a 4 minutos do fim de jogo.


Primeiro tempo

Autuori inovou e prejudicou o Grêmio, essa atuação foi, sem dúvida, a pior do clube na temporada, muito distante, negativamente, das derrotas que Roth nos fez passar. Tcheco foi para a reserva e o time se desencontrou, só quando o meia retornou à campo é que as coisas melhoraram.

Foto: Daniel Marenco
Apesar da atuação melancólica o início dos mandantes foi bom, aos 8 minutos Jonas arriscou contra o gol adversário, mas não levou perigo. Depois, aos 18, Souza mandou boa bola para Rochemback que cruzou dentro da área, Perea desviou e Jonas não conseguiu o arremate.

Logo após um início satisfatório do ataque tricolor o Vitória, organizado e com uma defesa segura, não tomou mais sustos dos gremistas, muito pelo contrário, se aproveitou dos erros defensivos do rival para buscar o gol, a maré mudava e só não era melhor por falta de qualidade dos baianos.

Foto: Daniel Marenco
Foi necessário pouco tempo de pressão para que os visitantes chegassem ao primeiro gol. Em um lance anormal de Réver, o zagueiro recuou mal e Neto aproveitou, avançou rumo ao gol de Victor e estufou as redes. Depois do gol pouco pode ser feito e os gremistas foram para o intervalo com o gostinho da derrota.


Segundo tempo

Na segunda etapa o Grêmio continuou jogando mal e o Vitória quase consegiu o empate, mandando DUAS bolas na trave. Primeiro, aos 30 segundos, Leandro Domingues entrou livre e finalizou, a bola bateu no goleiro e na trave. Depois, aos 4 minutos, Neto Berola quase fez o segundo, mas mandou no poste.

Foto: Daniel Marenco
Depois de muito sofrimento, Paulo Autuori chamou Tcheco para a vaga de Douglas Costa, que não jogou bem. O time melhorou, com mais moral e proporcionando mais pressão chegamos forte aos 14 minutos, Jonas chutou rasteiro, mas Viáfara defendeu.

Quase tivemos gol contra para empatar o jogo, minutos depois de Jonas assustar, Fábio Ferreira desviou a bola contra o próprio patrimônio, mas a redonda foi no travessão. Pressionando, o Grêmio conseguiu o gol nos últimos minutos, aos 41, Tcheco cruzou para Jonas que igualou o jogo, tirando o peso da derrota das costas de Autuori, único culpado pela péssima organização do time.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1X1 VITÓRIA
Público Pagante: 17.653 - Público Total: 20.901 torcedores - Renda: R$ 360.641,00
Gols: Jonas, aos 41 minutos do 2° tempo (GRÊMIO), Neto Berola, aos 41 minutos do 1° tempo (Vitória).
Cartões Amarelos: Lúcio, Joílson e Herrera (GRÊMIO), Uelliton, Magal, Wallace e Robson (Vitória).
Cartão Vermelho: Magal (Vitória).
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO).
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (SC) e Márcio Eustáquio Santiago (MG).
GRÊMIO: Marcelo Grohe, Túlio (Joílson), Mário Fernandes, Réver, Lúcio, Adílson, Fábio Rochemback, Souza, Douglas Costa (Tcheco), Jonas e Perea (Herrera). Técnico: Paulo Autuori.
VITÓRIA: Viáfara, Apodi, Fábio Ferreira, Wallace, Robson, Vanderson, Uelliton, Magal, Leandro Domingues (Marcos Aurélio), Neto Berola (Jackson) e Roger (Carlos Alberto). Técnico: Vágner Mancini
Estádio: Olímpico Monumental (Porto Alegre - RS)


Resultado/ Próximo jogo

Com o empate chegamos a 33 pontos. Estamos a 11 pontos do tão sonhado título. Nossa chance de recuperar o resultado terrível é já no próximo jogo contra o Náutico no estádio dos Aflitos, dia 13 de setembro.



Vídeo:


0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011