31/08/2009

BR'09: Quase um grito de vitória


O que podemos chamar o empate entre Grêmio e Botafogo? O jogo no estádio do Engenhão no Rio de Janeiro acabou com um gol irregular gremista e uma penalidade não marcada para os botafoguenses, o que poderia definir como um bom empate para nós, se não fosse o fato de ter a vitória na mão até 3 minutos antes do final. O que fica é que o Imortal, no geral, saiu no lucro.

O problema da falta de vitórias fora de casa é psicológico, não pode uma equipe que é incontestável em seus domínios cair de produção da forma que cai longe de casa. É preciso fazer uma boa análise sobre a situação, pois se não vencermos fora não seremos campeões e a Copa do Brasil será nossa competição de 2010.


Primeiro tempo

O Botafogo entrou em campo desorganizado, o Grêmio, buscando a primeira vitória fora, foi para cima, dando o ritmo da partida. Apesar do controle, não havia conclusões a gol por parte dos gremistas, principalmente pelos sucessivos erros de passe no meio de campo.

Foto: onmidiabrasil.com
Com os erros do Tricolor os cariocas começaram a tomar confiança, chegando cada vez mais forte no ataque e obrigando a equipe visitante a recuar no campo defensivo. Acuado, o Imortal acabou sofrendo o primeiro gol. Aos 19 minutos, Lucio Flávio cruzou para Reinaldo finalizar e Victor fazer uma bela defesa, mas, no rebote, o botafoguense conseguiu fazer o gol. Botafogo 1X0 Grêmio.

A vantagem acomodou os donos da casa e, no prejuízo, os gaúchos foram ao ataque e empurraram os cariocas para seu campo de defesa. Aos 23 minutos Wellington fez lambança dentro da área, Perea roubou a bola e mandou para Jonas que acertou duas vezes na trave, mas conseguiu fazer o gol. Empatada partida.

O que já não estava bom para o Botafogo quando vencia ficou pior depois do empate, a equipe carioca, nervosa, não conseguia mais jogar e, sob as vais da torcida, viu nos erros gremistas o alívio até o final da primeira etapa de domínio tricolor.


Segundo tempo

No retorno da partida o Grêmio dormiu e tomou o segundo. Logo no primeiro minuto de partida Reinaldo mandou para Victor Simões que partiu e velocidade, passou por Rafa Marques e venceu o goleiro gremista. Apagão geral do time.

Foto: Globoesporte.com
Como na primeira etapa o gol apagou o Botafogo e acendeu o Grêmio. Pressionando em busca do empate o Imortal chegou ao gol aos 12 minutos de partida. Mário Fernandes deixou a bola sair pela linha de fundo, mas o juiz não viu, os jogadores adversários não foram na bola e Jonas estufou a rede alvinegra. Botafogo 2X2 Grêmio.

Minutos depois do empate a bola tocou no braço de Adilson dentro da área, apesar das suplicar botafoguenses o juiz entendeu o lance como normal e não marcou pênalti. Quando o jogo equilibrou novamente foi a vez do Tricolor virar a partida com Souza que cobrou falta na área e mandou a redonda direto para as redes. Virada gaúcha.

Foto: onmidiabrasil.com
Com medo de perder a primeira chance de vitória fora de casa o Imortal ficou só na defesa (técnica que poucas vezes dá certo) enquanto os donos da casa não se entregavam. Na raça e insistência o Botafogo conseguiu o triste empate aos 43 minutos de jogo. Leandro Guerreiro arriscou o chute, a bola bateu em um jogador gremista atrapalhando Victor que não conseguiu defender. Empate desanimador no finzinho.



FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 3X3 GRÊMIO
Estádio: Engenhão (Rio de Janeiro - RJ)
Público Pagante: 10.031 - Público Total: 10.691 torcedores - Renda: R$ 116.857,50
Gol: Jonas, aos 23 minutos do 1° tempo, e aos 12 minutos do 2° tempo, Souza, aos 28 minutos do 2° tempo (GRÊMIO), Reinaldo, aos 19 minutos do 1° tempo, Victor Simões, a 1 minuto do 2° tempo, e Leandro Guerreiro, aos 43 minutos do 2° tempo (Botafogo).
Cartões Amarelos: Souza e Mário Fernandes (GRÊMIO), Lúcio Flávio e Alessandro (Botafogo).
Árbitro: Rodrigo Martins Cintra (SP).
Auxiliares: Márcio Luiz Augusto (SP) e Anderson José de Moraes Coelho (SP).
GRÊMIO : Victor, Mário Fernandes, Rafael Marques, Réver, Bruno Collaço (Lúcio), Adílson, Túlio, Tcheco, Souza, Jonas (Makelele) e Perea (Herrera). Técnico: Paulo Autuori.
BOTAFOGO : Castillo, Alessandro, Juninho, Wellington, Thiaguinho, Leandro Guerreiro, Michael (Jônatas), Lúcio Flávio, Reinaldo (Renato), Victor Simões (Ricardinho) e André Lima. Técnico: Estevam Soares.



Resultado/ Próximo jogo

Com o empate paramos na 9ª colocação, já o Botafogo esta cada vez mais perto da Série B (no 18ª lugar da competição). Nossa próxima partida é em casa, contra o Vitória no estádio Olímpico dia 5 de setembro, um triunfo pode embalar o time no campeonato, vamos torcer!




Vídeo:


0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011