30/06/2011

BR'11: Não é hora de vaiar


Pois é, quem vos fala é um dos torcedores mais "cornetas" que o Grêmio possui. Não faltaram, nem faltarão, criticas de minha parte ao futebol de 2011, mas acredito que não é mais o momento de vaiar. Diferentemente dos jogos anteriores, o Tricolor passa por um momento delicado, o empate com o fraquíssimo Avaí mais que preocupa, não se trata apenas de um vexame, mas uma série de vergonhas que o torcedor tem de enfrentar desde o início do ano.

O momento é delicado, a Direção tenta correr atrás do prejuízo do péssimo planejamento feito, isso é um fato; o Renato não possui as peças necessárias ou quando as possui estão depreciadas (como no caso de André Lima que recém voltou de lesão e precisa de um tempo para recuperação); os jogadores estão perdidos, nada mais comum não tendo um time definido, que muda todo jogo; e a janela de transferência está aberta (o que possibilita a um jogador que não está gostando da situação pedir para sair, leia-se Douglas).

A nossa pré-temporada começa agora, o Imortal terá, no mínimo, uns dois meses para começar a se organizar em campo e fora dele. O momento é de apoiar, se o título vier no final desse ano, mesmo assim, a Direção vai carregar a culpa do terrível inicio que tivemos (e inclusive dos títulos que eventualmente poderíamos ter ganhado), agora até eles estão perdidos, precisamos APOIAR.


Primeiro tempo

O Grêmio se obrigou a antecipar a volta dos lesionados para a partida contra o lanterna Avaí em busca dos 3 pontos. Apesar das expectativa, a equipe catarinense não ajudou, logo aos 4 minutos Gustavo Bastos mandou para as redes de cabeça após escanteio. O goleiro Marcelo Grohe conseguiu defender a primeira finalização, mas, no rebote, Gustavo não perdoou.

Foto: Diego Vara
Com o gol, a equipe gremista "tomou um banho de água fria" e não conseguiu qualquer reação. Aproveitando que o adversário estava desnorteado em campo, o Avaí foi em busca da ampliação do placar. Aos 8 minutos William mandou contra o gol de Grohe que defendeu e, na sobra, Pedro quase marcou.

Aos 14 minutos em diante o Grêmio teve suas primeiras chances no ataque. Collaço mandou boa bola para Lúcio que mandou por cima do gol e André Lima perdeu uma chance minutos depois, sinais de recuperação que começaram a empolgar a torcida.

Foto: Diego Vara
Não bastando à má atuação, o juiz “auxiliou” os gaúchos aos 43 minutos, quando anulou um gol legal de André Lima. O centroavante recebeu a bola de Rochemback e mandou para as redes de cabeça, em posição regular, o bandeirinha anulou e o arbitro confirmou. Dois minutos depois mais um gol e mais anulação, André Lima mandou para Leandro concluir e a arbitragem anular. Fim de papo.


Segundo tempo

O Grêmio voltou para o segundo tempo com uma boa alteração, Escudero no lugar de Lúcio. Para melhorar, os visitantes tiveram um jogador expulso, era a chance do Imortal encaçapar os gols roubados na primeira etapa e mandar de vez a zica embora.

Foto: Diego Vara
Apesar da desvantagem, tanto de momento quanto de jogadores (sem falar na qualidade), o Avaí marcou o segundo. Aos 6 minutos Pedro cobrou outro escanteio que resultou em gol, mandou a bola para Robinho que chutou rasteiro para o gol de Marcelo.

Com o segundo catarinense, Portaluppi colocou Miralles no lugar de William Magrão (demorou). A alteração deixou a equipe mais ofensiva. O argentino teve boa contribuição, principalmente aos 17 minutos quando mandou uma bola açucarada para André Lima que não conseguiu finalizar.

Foto: Diego Vara
Pressionando como podia, o Grêmio chegou ao gol de pênalti aos 26 minutos. Escudero (que sempre contribui quando joga) conseguiu uma falta dentro da área, a arbitragem marcou penalidade máxima e Douglas mandou para as redes. Como era nítida a intenção do juiz de ver o Imortal perder, mandou a bola voltar, mas o maestro Tricolor encaçapou a segunda também, para a alegria da nação azul, preto e branco que não durou muito, pois o meia foi expulso por reclamação, prejudicando a reação da equipe.

O Imortal pressionava, com a expulsão de Douglas, Rochemback foi a referência técnica da equipe e quase marcou em algumas oportunidades. Mas foi outro jogador que amenizou a tristeza dos gremistas, aos 49 minutos (último minuto de jogo) o empate veio dos pés de Rafael Marques que recebeu a bola de uma cobrança de falta e mandou um chutão direto para o gol de Aleks. Apito final e um ponto no somatório.


FICHA TÉCNICA
Grêmio 2X2 Avaí

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 29 de junho de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Renda: R$ 131.143,50
Público: 10.346
Árbitro: Cláudio Mercante (PE)
Assistentes: Jossemar Diniz e Moutinho e Ubirajara Ferraz (ambos do PE)
Cartões amarelos: Willian Magrão, André Lima, Escudero e Douglas (Grêmio); Bruno, Gustavo Bastos, Rafael Coelho, Alekis e Pedro Ken (Avaí)
Cartão vermelho: Douglas (Grêmio); Batista (Avaí)

Gols: Gustavo Bastos, aos 4 minutos do primeiro tempo; Robinho, aos 6 minutos do segundo tempo;nDouglas, aos 28, e Rafael Marques, aos 48 minutos do segundo tempo.


GRÊMIO: Marcelo Gorhe; Gabriel, Mário Fernandes, Rafael Marques e Bruno Collaço; Fábio Rochemback, Willian Magrão (Miralles), Lúcio (Escudero) e Douglas; Leandro (Roberson) e André Lima
Técnico: Renato Gaúcho

AVAÍ: Aleks, Daniel, Welton Felipe, Gustavo Bastos e Romano; Batista, Bruno, Cléverson (Fábio Santos) e Pedro Ken; Rafael Coelho (Robinho) e William
Técnico: Alexandre Gallo



Resultado/ Próximo jogo

Com o empate estamos com 8 pontos na 12ª posição (mas podemos perder colocações com os resultados de hoje). Estamos 5 pontos distantes da Libertadores e 3 do Z4. Uma vitória no próximo jogo e a conclusão favorável dos jogos dessa rodada pode recuperar nossa situação no campeonato.

Nosso próximo jogo é dia 6 de julho, às 19h30min, na Arena do Jacaré em Sete Lagoas contra a equipe do Cruzeiro. Jogo dificílimo contra nossa grande "touca". 




Vídeo:


0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011