12/06/2011

BR'11: Sobrevivendo até a chegada dos reforços

A derrota para o São Paulo no sábado nada mais é do que uma consequência natural do desfalque do time. No ataque estamos sem os três principais homens de 2010, o meio esta sobrevivendo e a defesa não conseguiu render o mesmo com as mesmas peças desde o início de 2011. Precisamos de reforços (perdi a conta de quantas vezes disse isso), mas mais do que peças de reposição precisamos de harmonia nas posições, o que não estamos tendo.

O momento é de somar o máximo de pontos possível, mas essa história de que temos de ficar, no máximo, na 10ª posição é, antes de tudo, decepcionante. os reforços que virão, ao que tudo indica, não serão salvadores da Pátria, muito menos de encher o Salgado Filho. Polga? Alex Silva? X? Y? Z? acho que de tanto especularem, virá mesmo mais uns 5 da segunda divisão.


Primeiro tempo

Um começo desastroso, o novo esquema de Renato Portaluppi (o chamado "Esquema Anti-Escudero" ou qualquer outro nome que mantenha o argentino fora de campo) foi o nome da derrota. Com Gabriel no meio campo o Grêmio não soube jogar e pior, precisou tomar o primeiro gol para decidir, pelo menos, ficar com a bola no pé.

Credito: Wander Roberto, Vipcomm
O São Paulo dominou os 45 minutos, mas foi só aos 9 que chegou perigosamente ao gol visitante. Lúcio, jogando na lateral esquerda, perdeu a bola para a estrela são-paulina Lucas, o guri avançou para o ataque e mandou forte contra o gol de Victor, que dez a defesa.

A pressão dos donos da casa não foi sequer evitada pela equipe gremista que sucumbiu aos 13 minutos. Marlos, que jogou ótima partida, mandou para Casemiro que chutou fraco, mas traiçoeiramente contra o gol gaúcho, a bola desviou na defesa e enganou Victor. São Paulo 1X0 Grêmio

Credito: Wander Roberto, Vipcomm
Com o revés o Tricolor Gaúcho foi obrigado a sair mais para o jogo, foi ai que a partida começou a melhorar para nós, mas nada que resultasse em chances claras de marcar. Quem não faz quase leva, tanto que aos 33 minutos quase tomamos o segundo em uma bela jogada de Dagoberto, depois disso mais chances, todas são-paulinas.


Segundo tempo

Respeitando a mística de NUNCA investir em Escudero, Renato sacou Neuton e colocou Lins. O Grêmio viria a melhorar com o novo esquema, mas a primeira chance foi dos paulistas aos 2 minutos com Lucas que cruzou para a área gremista, na tentativa de tirar a bola quase gol contra de Saimon.

Credito: Wander Roberto, Vipcomm
Aos 5 minutos Dagoberto teve boa chance, o atacante entrou na área gaúcha, mas, na hora da finalização, São Victor defendeu. Vendo a pressão do primeiro tempo se repetir os gremistas foram para o tudo ou nada, em uma das jogadas, aos 7 minutos, falta na intermediária, na cobrança Fábio Rochemback chutou e Casemiro mandou contra. São Paulo 1X1 Grêmio.

Como costuma acontecer com o Imortal desde o acesso ao time titular de Victor, o goleirão anulou a pressão imposta pelos paulistas, fazendo grandes defesas e conseguindo, até onde deu, segurar os donos da casa. Como nem sempre é possível vencer todas, Victor foi enganado por seu próprio companheiro aos 17 minutos, Douglas perdeu a bola no meio campo e, em um contra-ataque fulminante, Marlos não perdoou e marcou o segundo do São Paulo.

Aos 20 minutos, novamente em uma bola parada em com Rochemback, o Grêmio quase conseguiu o empate novamente. Rock mandou para Junior Viçosa que de cabeça mandou a bola para lins (não o Lins atacante; LINS = Lugar Incerto e Não Sabido). Mais um dos vários erros do péssimo ataque gremista.

Credito: Wander Roberto, Vipcomm
Com a chance conseguida aos 20 da segunda etapa o Imortal cresceu na partida. Quando o jogo estava ficando bom para o nosso lado o assistente fez o crime, em uma jogada DE IMPEDIMENTO, Dagoberto mandou para Jean que marcou o terceiro dos donos da casa.

Não bastando a derrota, o baderneiro Rafael Marques ainda conseguiu uma expulsão no final de jogo. Realmente uma partida que demonstra nossa fragilidade e a falta de planejamento do 2011 gremista. Ainda dá tempo, e tem jogadores no mercado dando sopa, só falta fazer valer o nome GRÊMIO e resolver gastar um pouco mais, o pouco mais que o clube merece.

FICHA TÉCNICA:
São Paulo 3X1 Grêmio

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 11/6/2011 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo H. Godoy Bezerra
Auxiliares: Carlos Brekenbrock e Marco Antônio Martins

Renda/público: R$ 372.089,00 / 14.671 pagantes
Cartões amarelos: Rodrigo Souto, Jean, Dagoberto (SPO); Lúcio, Fábio Rochemback, Rafael Marques (GRE)
Cartões vermelhos: Rafael Marques, 46′/2ºT (GRE)
GOLS: Casemiro, 13′/1ºT (1-0); Casemiro (gol contra), 7′/2ºT (1-1); Marlos, 16′/2ºT (2-1); Jean, 39′/2ºT (3-1)


SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan (Bruno Uvini 35′/2ºT); Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro (Carlinhos Paraíba 40′/2ºT) e Marlos (Ilsinho 35′/2ºT); Lucas e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani
GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Saimon, Rafael Marques e Neuton (Lins, intervalo); Fábio Rochemback, Fernando, Lúcio e Gabriel (Marquinhos 27′/2ºT); Douglas e Júnior Viçosa (Roberson 27′/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho


Resultado\ Próximo jogo

Com a derrota paramos na 9ª posição. Estamos com os mesmos 6 pontos de antes, a 6 do líder São Paulo e a 1 do quarto colocado na Libertadores Atlético-MG (lembrando que se o Santos vencer a Libertadores esse ano não poderemos contar tanto assim com o 4ª lugar).

Nossa próxima partida é dia 19 de junho no domingo contra o Vasco da Gama. O jogo será no estádio Olímpico, às 16h. Partida para vencer ou vencer.



Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011