08/12/2010

O sangue azul vira "rojo", só hoje!



Hoje é o dia de entrar na Libertadores com pinta de favorito ou se dedicar ao máximo a Copa do Brasil em 2011. Todos queremos a América, mas temos de ser realistas e saber que será uma tarefa difícil, mas possível, de o Goiás sair sem o título na Argentina. Hoje o coração azul celeste vai bombiar sangue "rojo".


Retranca dos goianos Vs salvação dos argentinos

Tudo indica que o time do Goiás ira na retranca para a Argentina. A Sul-Americana será, se conquistada, o maior título da história da equipe, portanto é difícil imaginar que o time vá disposto a arriscar a vantagem. É muito mais fácil para o time derrotado dizer que tentou segurar o resultado na retranca do que perder a conquista por ter saído para o jogo mesmo com a vantagem.

Para o Independiente o título é sinônimo de recomeço. A equipe que não vence um título desde 1995 esta sedenta por conquistas, pois era, até os anos 90, um clube realmente copeiro. Nesse clima de decisão os argentinos vão dar a vida pelo título que pode colocar a equipe de volta "nos trilhos" e, de quebra, sair da seca de conquistas.

O time da Argentina promete ir com tudo para a decisão, não vão ficar atrás e, como contra a forte LDU, podem sair campeões pelo fator casa. O Goiás nunca decidiu um título dessa importância, os jogadores podem "pipocar".


Times/Jogo

INDEPENDIENTE: Navarro; Velázquez, Tuzzio, Matheu e Mareque; Cabrera, Battión, Fredes e Martínez; Patricio Rodríguez e Parra.
Técnico: Antonio Mohamed.

GOIÁS: Harlei, Ernando, Rafael Toloi e Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Otacílio Neto e Rafael Moura.
Técnico: Artur Neto.


INDEPENDIENTEX GOIÁS
Data: 8/12/2010 (quarta-feira)
Hora: 22h (de Brasília)
Local: estádio Libertadores de América, Avellaneda (ARG)
Árbitro: Oscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham González e Humberto Clavijo (ambos da COL)



Para dar confiança:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011