07/12/2010

Craques do Brasileirão: Quem perdeu foi o espetáculo




Não é clubismo, fanatismo ou qualquer outro sentimento futebolístico, é a razão falando alto: não gostei nada das "escolhas" dos craques do BR10 esse ano. A classificação final só prejudica um, o espetáculo.

O primeiro grande erro contra o Grêmio, e o futebol, foi Gabriel não estar na lista, agora Victor ficou com a prata perdendo para o Fábio do Cruzeiro (que não é nem de longe o Victor), Portaluppi ficou com o Bronze, isso, Bronze, e o Douglas com o bronze também, mas resultado justo. Além destes Jonas recebeu o ouro, merecido.


Foto: Júlio César Guimarães/ UOL

Jonas recebeu o título de "Atacante de Ouro" do campeonato. O goleador já havia levado o prêmio "Bola de Prata" da Revista Placar mais cedo e depois ganhou a chuteira de ouro. Com 23 gols, a artilharia folgada, a quebra de recordes e belas atuações, o atacante recebe a merecida conquista.


Foto: Agência Lance

Grande injustiça foi feita com Victor. Mesmo nos piores momentos da equipe o goleirão fazia seu trabalho impecável, já Fábio que não foi nenhum monstro no gol. Aí entra o fator financeiro certamente, pois o goleiro do Cruzeiro esta envolvido em negociações ou renovação. Só acredito que foi esse o motivo, pois não podemos comparar Victor a Fábio certamente.

O goleiro gremista foi peça fundamental da reação no segundo turno e impediu desastres no primeiro, mas mesmo assim preferiram coroar o goleiro vice-campeão com o título. Como eu disse, perde o espetáculo.

Foto: Globo.com

 Depois de chegar e decidir o segundo turno, Renato Portaluppi ficou com o bronze. Achei um erro grosseiro, pois no mínimo com a prata ele deveria ficar, mas o dono do segundo lugar foi para Cuca (que escolha). O Muricí merecia o ouro, transformou o Fluminense, mesmo tendo ganho uma seleção para trabalhar foi competente para vencer, diferentemente de Roth, por exemplo.

Douglas teria ficado com menos do que merecia se os outros dois não merecessem mais. Conca e Bruno César foram as grandes peças de seus times, por isso mereciam ficar com o ouro e prata respectivamente.



PREMIADOS:
 Goleiro: 1) Fábio (Cruzeiro); 2) Victor (Grêmio); 3) Jefferson (Botafogo)

Lateral-direito: 1) Mariano (Fluminense); 2) Léo Moura (Flamengo); 3) Jonathan (Cruzeiro)

Zagueiro pela direita: 1) Dedé (Vasco); 2) Alex Silva (São Paulo); 3) Chicão (Corinthians)

Zagueiro pela esquerda: 1) Miranda (São Paulo); 2) Réver (Atlético-MG); 3) Leandro Euzébio (Fluminense)

Lateral-esquerdo: 1) Roberto Carlos (Corinthians); 2) Kleber (Inter); 3) Diego Renan (Cruzeiro)

Volante pela direita: 1) Jucilei (Corinthians); 2) Fabrício (Cruzeiro); 3) Willians (Flamengo)

Volante pela esquerda: 1) Elias (Corinthians); 2) Arouca (Santos); 3) Marcos Assunção (Palmeiras)

Meia pela direita: 1) Montillo (Cruzeiro); 2) D'Alessandro (Inter); 3) Paulo Baier (Atlético-PR)

Meia pela esquerda: 1) Conca (Fluminense); 2) Bruno César (Corinthians); 3) Douglas (Grêmio)

Atacante 1: 1) Jonas (Grêmio); 2) Thiago Ribeiro (Cruzeiro); 3) Eder Luis (Vasco)

Atacante 2: 1) Neymar (Santos); 2) Kleber (Palmeiras); 3) Loco Abreu (Botafogo)

Treinador: 1) Muricy Ramalho (Fluminense); 2) Cuca (Cruzeiro); 3) Renato (Grêmio)

Craque do campeonato: Conca (Fluminense)

Revelação: Bruno César (Corinthians)

Craque da galera: Conca (Fluminense)

Árbitro: 1) Sandro Meira Ricci; 2) Carlos Eugênio Simon (kkkkk); 3) Paulo César de Oliveira

1 comentários:

as escolhas foram injustas...
maldita imprensa paulistas e cariocas.
Mas a volta vem...

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011