11/10/2010

BR'10: Os vascainos não conheciam o Grêmio



Jogando mal, perdendo espaço, sendo apequenado pela superioridade tática que o Vasco apresentou, entre outros problemas, não diminuíram a alma imortal e assim, sem técnica, mas com a raça que tanto amamos, o Grêmio venceu as adversidades e empatou com o time vascaíno neste sábado.


Primeiro tempo

O Grêmio começou a primeira etapa mal. Os cariocas mandaram no meio campo e o Tricolor não conseguia sair para o ataque. O Vasco, desde o começo de jogo, levava perigo à defesa gremista que não conseguia acompanhar a velocidade dos atacantes adversários.

Foto: Terra Esportes
Não se conseguia tirar nada de bom dos primeiros minutos, pois o adversário começou muito bem, apesar das conclusões ruins, enquanto nós não conseguíamos armar jogadas com a mesma facilidade dos jogos anteriores. O gol, que parecia inevitável dado a superioridade dos atacantes sobre os zagueiros, chegou aos 15 minutos. Zé Roberto mandou uma ótima bola para Éder Luís que completou para o gol. Vasco 1X0 Grêmio.

O Grêmio acordou depois do gol e foi todo para cima. Jonas era o responsável por grande parte das jogadas ofensivas. Aos 17 minutos o artilheiro do campeonato fez uma ótima jogada, chegou no fundo e cruzou para André Lima que mandou para o fundo do gol, mas foi marcado um impedimento que, como muitos outros, não ocorreu.

Foto: Terra Esportes
O Grêmio era melhor em alguns momentos do jogo, mas a falta de Adilson e Rockemback é visível, pois faltou a contenção que eles sabem dar ao meio campo tricolor. Não obstante, tivemos grandes problemas para controlar o Vasco nesse setor. Os cariocas tiveram grandes chances de ampliar, mas Grohe fez uma boa partida, com ótimas defesas, mas se sabe que ele não faz os milagres que só o Victor consegue.

Em certo momento o jogo equilibrou, mas time bom é aquele que tem o jogador que desequilibra. Nós temos e se chama Jonas. Em uma jogada de craque, o atacante driblou o zagueiro vascaino e mandou um golaço no ângulo. Vasco 1X1 Grêmio.

Depois do gol, como já estava perto do fim do primeiro tempo turbulento, o time se resguardou e o ataque do Vasco mostrou mais uma vez sua superioridade sobre a lenta defesa gremista. Em cobrança de escanteio, Dedé subiu mais alto do que a marcação e tocou para Cesinha que fez o crime. Vasco 2X1 Grêmio.


Segundo tempo

O Grêmio voltou para o segundo tempo com os mesmos problemas do primeiro. O meio tricolor era inferior ao dos adversários. Com isso Renato fez uma arriscada alteração, tirou Ferdinando e colocou Diego. Como no primeiro tempo, não era só o meio que estava dando trabalho, mas a zaga também e com isso o Vasco continuava rondando em busca do terceiro gol com grandes possibilidades de fazer.

Foto: Terra Esportes

Apesar das deficiências o Tricolor estava se empenhando em segurar o adversário e, na raça, estava conseguindo. Como nem tudo é futebol, o ladrão arbitro Alício Pena Júnior marcou uma falta inexistente para o Vasco na linha da área. Na cobrança, Felipe Basto chutou, a bola desviou em Vílson e foi para o fundo do gol. Vasco 3X1 Grêmio.

Os vascaínos já estavam comemorando a vitória, mas esquecem eles que o Grêmio não é um clube sem alma como o que eles estão acostumados a jogar (Fluminense, Botafogo, Santos, Galo e afins), nós temos MUITO mais raça e alma do que Flamengo, Palmeiras e outros.
Foto: Terra Esportes
Como não ficamos só no discurso de Imortalidade, Alma Castelhana, Raça e etc., servimos uma provinha para eles. Jonas recebeu O passe de André Lima e mandou mais um gol para a conta tricolor. Vasco 3X2 Grêmio.

Depois do gol, o Vasco voltou a si e viu com quem estava jogando. O time carioca atacava com medo e a defesa já não era a mesma de outrora, o ataque então, parecia filme de terror para os vascaíno. Diego, que já é um tipo de Giuliano gremista, entrou para decidir. Aos 39 minutos o atacante quase marcou,  aos 43, em um lançamento preciso de Paulão, Clementino foi para o fundo e cruzou para Gabriel mostrar o que é ser GRÊMIO. Vasco 3X3 Grêmio. Depois do gol estávamos mais perto do quarto que eles, apesar de faltar muito pouco para o fim de jogo.

OBS.: para os vascaínos: não comemorem antes do fim do último milésimo de segundo do segundo tempo quando o adversário for o Grêmio, pois para quem venceu com 7 jogadores e dois pênaltis contra, buscar um resultado de 2 gols não é nada anormal.


FICHA TÉCNICA
VASCO-RJ 3 x 3 GRÊMIO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 9 de outubro de 2010, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Assistentes: Helberth Costa Andrade (MG) e Guilherme Dias Camilo (MG)
Cartões amarelos: Dedé e Jumar (Vasco); Fábio Santos, Gilson, Vilson, Paulão e Rafael Marques (Grêmio)
GOLS:
VASCO: Éder Luís, aos 15; Cesinha, aos 46 minutos do primeiro tempo; Felipe Bastos, aos 24 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Jonas, aos 41 minutos do primeiro tempo e aos 27 minutos do segundo tempo; Gabriel, aos 43 minutos do segundo tempo
VASCO: Fernando Prass; Fagner (Irrazábal), Dedé, Cesinha e Ernani; Rafael Carioca (Rômulo), Jumar, Felipe Bastos e Felipe (Allan); Zé Roberto e Eder Luis
Técnico: Paulo César Gusmão
GRÊMIO: Marcelo Grohe; Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos (Gilson); Vilson, Ferdinando (Diego), Lúcio (Edílson) e Douglas; Jonas e André Lima
Técnico: Renato Gaúcho


Resultado/Artilharia

Com o resultado estamos na 8ª colocação com 43 pontos. A 6 pontos (duas vitórias) da Libertadores e a 10 pontos (três vitórias e um empate) da liderança.

Em caso de vitória sobre o líder Cruzeiro em casa, podemos chegar a 46 pontos e, além de nos aproximarmos da Libertadores, chegar bem perto do líder.

Jonas está impossível, pois com os dois gols que fez sábado, o atacante chegou a 19 no campeonato. Oito a mais que o 2º colocado.


Próximo Jogo

Nosso próximo combate é contra o Cruzeiro. O jogo é no estádio Olímpico Monumental, às 16h00min, domingo, dia 17/10.




Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011