26/03/2010

GAUCHÃO'10: Grêmio resolve na frente e Victor fecha atrás


Assim como na final da Taça Fernando Carvalho, o jogo contra o Novo Hamburgo ontem no estádio Olímpico não foi fácil, mas saímos vencedores. Com uma atuação de luxo do goleiro Victor, o Grêmio sai fortalecido de uma das partidas mais complicadas da temporada até o momento.

Não era apenas a vitória que estava em jogo, mas a liderança isolada com campeonato, agora nas mão do Imortal. Isso significa que, se mantermos a posição, jogaremos em casa até o fim do turno e, se perdermos no mata-mata, decidiremos o Gauchão em casa.


Primeiro tempo

Benzido depois da final do turno anterior, o Nóia entrou esperto para o segundo jogo contra o Grêmio em 2010. Pressionando desde o primeiro minuto, o time visitante buscou um gol já no início da partida. Mesmo levando perigo, o anilado não logrou êxito e viu o rival ser seu algoz mais uma vez.

Foto: Daniel Marenco
Aproveitando os espaços deixados pelo adversário, o Imortal saiu em contra-ataque,  a bola chegou a Jonas pelo lado direito, sem hesitar, o atacante lançou para Maylson que completou de fora da área para o fundo do gol. O Tricolor abria o marcador e dava um banho de água fria no rival.

Depois do gol o Novo Hamburgo sentiu o golpe, com o adversário desnorteado chegamos novamente aos 10 minutos, Jonas chegou na entrada da área e mandou por cima do goleiro, logo depois mais uma chance desperdiçada pelo atacante. Em boa jogada de Maylson (que está sendo o cara dos últimos jogos), o meia deu um ótimo passe para Jonas que mandou a bola na trave.

Foto: Daniel Marenco
O segundo gol parecia não demorar, e veio logo após os 16 minutos, antes disso o Grêmio perdia outra boa chance, Edilson, em uma cobrança de falta perigosa, mandou a bola direto para o gol, mas Julinho fez a defesa espalmando para escanteio. No lance do gol, um minuto depois, o goleiro anilado não teve o que fazer, Edilson cruzou outra bola para a área e William empurrou para as redes.

Com boa vantagem o Imortal ficou na defensiva, esperando o adversário para sair no contra-ataque. O Novo Hamburgo encontrava dificuldades para furar a defesa gremista, mas aos 46 Victor teve de trabalhar, Márcio Hahn lançou para Gustavo Papa, de cabeça, mandar para o gol, mas o goleiro do Grêmio defendeu sem dificuldades.


Segundo tempo

Na segunda etapa o jogo ficou mais aberto. Logo aos 4 minutos Jonas teve uma grande oportunidade de matar a partida, William mandou uma bola açucarada para o atacante, mas em um lance de azar, mandou a bola por cima do gol. A resposta do Nóia foi imediata, depois da cobrança de escanteio no campo tricolor, Edson Borges cabeceou por cima do gol de Victor, minutos após do lance de Jonas.

Foto: Daniel Marenco
O meio gremista queria trabalhar, e foi assim que empilhamos chances de jogadores do setor. Aos 7 minutos Douglas tentou um chute de longe, o goleiro visitante defendeu. Aos 23 Mithyuê deu um passe de calcanhar para Jonas, que perdeu para a defesa. E aos 24, novamente Mithyuê, agora chutando de fora da área para o gol, passando perto.

Para quem achava que o garoto do futsal já tinha feito muito até então se impressionou ainda mais aos 26 minutos quando Mithyuê deu um passe perfeito para Jonas, dentro da área o atacante se livrou da marcação e mandou para o gol vazio, mas a bola conseguiu, caprichosamente, bater na trave, rolar na linha do gol e sair para fora.

Foto: Daniel Marenco
Apesar de melhor, o Imortal dava espaços para o contra-ataque, em um deles, aos 40 minutos, o Novo Hamburgo conseguiu cavar um pênalti. Na cobrança Victor contra Paulinho, e a muralha se deu melhor, segurando o resultado para os donos da casa. Mesmo assim, dois minutos depois, Kempes (melhor jogador adversário em campo) ficou com uma sobra de bola após confusão na área e mandou a bomba, gol de honra dos anilados.




FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 x 1 NOVO HAMBURGO
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 25 de março de 2009, quinta-feira
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa
Assistentes: José Antônio Franco Filho e Tatiana Freitas
Renda: R$ 136.037
Público: 11.012
Cartões Amarelos: Mário Fernandes e Adilson (Grêmio); Márcio Hahn e Émerson (Novo Hamburgo)
GOLS: Maylson, aos cinco, e William, aos 17 minutos do primeiro tempo; Kempes, aos 42 minutos do segundo tempo;
GRÊMIO: Victor; Edílson, Mário Fernandes (Rafael Marques), Rodrigo e Fábio Santos; Ferdinando, Adilson (William Magrão), Maylson e Douglas; Jonas e William (Mithyuê)
Técnico: Silas
NOVO HAMBURGO: Juninho; Micael (Maiquel), Edson Borges e Claudio Luiz; Chicão (Kempes), Emerson, Márcio Hahn, Edimar, Preto e Paulinho; Gustavo Papa (Juba)
Técnico: Gilmar Iser



Resultado/Próximo jogo

A vitória deu ao Imortal, além de mais três pontos, a 12ª vitória seguida, a liderança isolada do Grupo 1 e a liderança isolada na classificação geral. Agora estamos com 15 pontos, 100% de aproveitamento.

Nossa próxima partida é contra o Esportivo. O jogo é dia 28 de março, no Olímpico, e, infelizmente, pode selar o caixão da equipe de Bento Gonçalves na primeira divisão. Infelizmente, pois existem muitas equipes sem a estrutura do Zebrão, sem torcida e tradição (como o POA, a Universidade e o Avenida), mas quem irá para a banha, pelo jeito, serão os azuis da Serra.



Vídeo:



0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011