09/09/2010

BR'10: Para mim, vitória de Libertadores



Conseguimos uma "gordurinha" no campeonato, não é muito, mas o suficiente para, se o Galo perder, ficarmos até duas rodadas fora do Z4. A vitória em cima do Atlético-GO é uma demonstração de que, pelo menos, a obrigação esta sendo feita (vencer em casa).


Primeiro tempo
O Grêmio iniciou forte, marcando bem e atacando melhor ainda. Mesmo sem Rochemback, o Imortal jogou bem (antes não conseguia marcar sem ele), muito pela entrada de Roberson que esta se saindo muito bem no meio tricolor.

Mal o jogo havia começado e, em uma cobrança de falta, Douglas apareceu depois de um longo período de férias (o primeiro turno inteiro do BR10) e fez um golaço, metendo a bola no ângulo. O Grêmio continuou atacando e criando grandes chances com Borges, Jonas e, principalmente, Douglas, que fez grandes jogadas e animou com a atuação.

Foto: Terra Esportes
Sempre que o Atlético tentou, parou no grande Victor. Aliás, o goleirão voltou com tudo após a não convocação da seleção (era a motivação que ele precisava e que o Dunga, por birra, não deu). Defendendo de todas as formas, o arqueiro gremista demonstrou sua força, que só não é vista pela imprensa brazileira que não quer ver.

Mesmo com a bola apresentação, não balançamos mais as redes na primeira etapa, com o decorrer da partida, inclusive, o jogo esfriou, estavamos com o resultado "de Libertadores" nas mãos, não havia motivo para correr e desproteger a defesa.

Segundo tempo

O Grêmio voltou igual (não teria porque mudar mesmo), mas o Atlético fez uma mudança, Carlinhos Bala entrou na vaga de Anaílson. No primeiro lance, o Grêmio teve um pênalti marcado para si. Jonas (que esta disputando a artilharia) foi para a cobrança, mas chutou fraco e o goleiro Marcio, que já defendeu pênaltis contra nós outrora, pegou.

Jonas definitivamente NÃO pode ser o nosso cobrador de pênaltis, ele perdeu já umas, que eu lembre agora, quatro cobranças, sem falar da contra o Santos (o gol que teria nos dado o penta da Copa do Brasil, certamente). 

Foto: Terra Esportes
Depois do lance de azar, Jonas perdeu mais uma chance de marcar quando recebeu o lançamento de Douglas, tirou o goleiro da jogada, mas tocou para fora. O Grêmio continuou assustando os goianos até, mais ou menos, o meio do segundo tempo, mas daí para diante foi os visitantes que mandaram.

Apesar de jogar mal (acredito que seja pela preparação física do filho do Paixão) o Grêmio conseguia segurar o time adversário, mas não tinha como não temer o empate. Em um contra-ataque veio a glória. Borges recebeu um lançamento longo sozinho e, na frente do gol, mandou para as redes. Já aos 40 minutos. Faltando pouco mais de cinco minutos para terminar o jogo, já estavamos comemorando o resultado, como se fosse um jogo da Libertadores.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 x 0 ATLÉTICO-GO

Local:  Estádio Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data: 8 de setembro de 2010, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Auxiliares: Carlos Berckenbrock (Fifa-SC) e César Augusto de Oliveira Vaz (DF)
Público: 22.758 espectadores
Renda: R$ 298.221,50
Cartões amarelos: Douglas (Grêmio); Diguinho, Agenor, Victor Ferraz, Robston e Pituca (Atlético-GO)
Gols: GRÊMIO: Douglas, aos 7 minutos do primeiro tempo; Borges, aos 39 minutos do segundo tempo
GRÊMIO: Victor; Gabriel, Vilson, Rafael Marques e Fábio Santos; Adilson, Souza, Douglas (Maylson) e Roberson (Leandro); Jonas (Lúcio) e Borges.
Técnico: Renato Gaúcho
ATLÉTICO-GO: Márcio; Victor Ferraz, Daniel Marques, Gílson e Thiago Feltri; Pituca, Agenor (Robston), Ramalho e Diguinho; Carlinhos Bala (Anaílson) e Pedro Paulo (Juninho).
Técnico: Renê Simões


Resultado\Próximo jogo

Com o resultado de momento, estamos com 23 pontos e na 14ª posição (mesma pontuação do Avaí, 13º). Em caso de derrota do Atlético-MG é grande as chances de ficarmos até duas rodadas fora do Z4 em caso de perdermos as duas próximas partidas.

No dia 11 de setembro, às 18h30min, no estádio Pacaembu enfrentamos o Corinthians. Caso vencermos os paulistas, podemos chegar a 26 pontos e a 9ª colocação. Se der empate, no máximo subiremos uma ou cairemos duas.


Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011