22/07/2010

BR'10: Mais um tropeço em casa

O Grêmio perdeu mais uma chance de iniciar a fuga da zona de rebaixamento, em um jogo que mais parecia prova aquática, devido ao alagamento do campo, o time gaúcho ficou no 1x1 com o Vasco da Gama. Pelas condições de campo e de jogo o resultado não seria ruim, todavia pelos jogos anteriores, os sucessivos erros de Silas e a burrice interminável do câncer gremista chamado Meira, se clamava por uma vitória ontem.


Primeiro tempo

Foi na base do chutão, sem poder jogar com a bola no chão devido a chuva que prejudicou muito o gramado do Olímpico, as duas equipes precisaram levantar a bola para conseguir chegar ao ataque. Ambos os times estavam pressionados, ocupando posições perigosas na zona do rebaixamento, precisando dos três pontos.

Foto: ClicRBS
Quem começou melhor foi o Vasco, aproveitando-se da fase ruim do adversário, logo aos 6 minutos fez o primeiro gol. Ozéia não ajuda a defender, mas consegue as façanhas de atrapalhar, em um cruzamento de cabeça de Nunes, a bola desviou do zagueiro, enganou Victor e morreu dentro das redes. O defensor indicado por Silas é o exemplo da precariedade do time e da péssima gestão de futebol do Grêmio, quando demitirem o técnico, tem que mandar embora 90% das contratações por ele indicadas.

A vantágem não durou muito, logo 3 minutos depois o ataque gremista empatou. Borges roubou a bola de Dedé, partiu para o ataque e mandou para Maylson em boa posição, o meia encontrou Jonas de frente para o gol, cruzou para o atacante que, com categoria, girou e chutou no ângulo vascaíno, vencendo Fernando Prass. Grêmio 1x1 Vasco.

Foto: Correio do Povo
Daí para a frente, ambos os times empilharam chances perdidas. O Vasco esteve perto com Fumagalli, que chutou na trave. Enquanto isso, Jonas, Maylson e Borges tentaram para os gaúchos. O Vasco se adaptou melhor gramado molhado e dominou o jogo até o fim do primeiro tempo. As oportunidades dos cariocas foram mais claras, porém tiveram o mesmo resultado das gaúchas, nada.


Segundo tempo

Por mais que tentassem era impossível jogar com a bola no pé, muitas poças d'água em um campo completamente encharcado propiciavam muitas jogadas erradas, o que ditou significativamente o ritmo da partida. O pior é que no segundo tempo as chuvas se intensificaram, os jogadores precisavam levantar a bola antes de fazer passes e seguiam sofrendo para conduzir as jogadas.


Foto: Uol Esportes
O Grêmio tentou exercer pressão, mas o gramado seguiu atrapalhando, os vascaínos tentavam no contra-ataque, mas parecia impossível passar pelas defesas com um campo nas condições que se apresentavam. O juiz até ameaçou encerrar a partida, todavia achou possível continuá-la.

No último lance de perigo do jogo, Borges chega a driblar o goleiro do Vasco e chuta para o gol, mas Titi tira de cima da linha, e acabando com a última chance do Grêmio. Os gremistas reclamaram muito que a bola teria batido no braço do defensor dos cariocas, mas o juiz não marcou pênalti.


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 x 1 VASCO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 21 de julho de 2010 (Quarta-feira)
Renda: R$ 64.309,50
Público: 4.820
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho e José Amilton Pontarolo (ambos do PR)
Cartões amarelos: Neuton e Fernando (G); Nunes (V)
Gols: GRÊMIO: Jonas, aos 9 minutos do primeiro tempo; VASCO: Nunes, aos 6 minutos do primeiro tempo.
GRÊMIO: Victor; Fernando (Saimon), Rafael Marques, Ozeia e Neuton; Adilson, Fábio Rochemback, Maylson (André Lima) e Hugo (Willian Magrão); Jonas e Borges
Técnico: Silas
VASCO: Fernando Prass; Fagner (Jumar), Dedé, Titi e Carlinhos; Rafael Carioca, Rômulo, Nilton e Fumagalli (Léo Gago); Jonathan (Élton) e Nunes
Técnico: Paulo César Gusmão


Resultado\Próximo jogo

Com o resultado ficamos na zona de rebaixamento com 10 pontos, não vencemos nenhuma desde a volta do recesso, é preocupante. Na próxima rodada o Grêmio enfrentaremos o Cruzeiro, domingo, às 16h00 em Minas Gerais. Se Silas não for demitido agora o Meira temos que pensar seriamente em fortes manifestações contra o Meira.



Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011