10/06/2010

BR'10: Show de Dagolerto e vexame de Rodrigo

A idéia era ir para o recesso para a Copa do Mundo com o pé direito, mas acabamos com um "balde de água fria". A atuação deprimente de Rodrigo expõe uma ferida horrível nos times formados pelo Grêmio, muita balaca e pouco futebol. Não dá mais para permanecer com jogadores como Rodrigo, Leandro, Hugo e afins, é pedir para ficar a mercê de mercenários que não sabem o que é amor a camisa.


Primeiro tempo

Ninguém queria empate, com essa filosofia os times entraram em campo, a idéia era o ataque. De um lado nós com o inexperiente Roberson e o “atacante” ex-Avaí William, a expectativa (e o que aconteceu de fato) era de muitos problemas nas finalizações. Do lado oposto os paulistas tinham Dagoberto como arma.

Foto: Robson Ventura\Folhapress
Sem poder contar com o ataque, sobrou novamente para o meio o dever de marcar. Logo aos 6 minutos Hugo ganhou uma bola pelo auto e bateu rasteiro, gol. O São Paulo, mesmo atrás no placar, não se abateu e foi ao ataque, aos 16, Dagoberto recebeu um presente de Rodrigo que fez uma besteira gigantesca no campo defensivo, o são-paulino não perdoou, tirou de Victor e estufou as redes.

Não satisfeito com o erro no gol do São Paulo, Rodrigo cometeu outro. Em um lance relaxado, o zagueiro derrubou o adversário dentro da área. Pênalti para os mandantes. Na cobrança Rogério Ceni errou mandando no travessão, tivemos sorte. No restante do primeiro tempo o Grêmio sufocou o São Paulo, que só segurou o resultado graças aos péssimos atacantes do Imortal e ao seu grande goleiro.


Segundo tempo

O Grêmio começou como na primeira etapa, mas com o mesmo problema no ataque. Pressionando sem efeito, o Tricolor Gaúcho pagou caro pela falta de atacantes descentes, Dagoberto entrou na área e mostrou para os dirigentes o que é um atacante de verdade. São Paulo 2x1 Grêmio.

Foto: Robson Ventura\Folhapress
Como vem ocorrendo com normalidade na equipe do Grêmio, tomamos a virada e os jogadores se perderam em campo. Os erros que se sucederam fez com que o terceiro gol não tardasse a chegar estávamos desistindo da partida com uma facilidade espantosa.

Logo depois do segundo gol paulista, Marlos chutou forte conta a meta de Victor, a bola bateu na trave e, no rebote, Dagoberto marcou o terceiro, do São Paulo e dele. Depois de mais um gol, a velha sina gaúcha voltou a assombrar, o Grêmio não teve VONTADE de vencer e o São Paulo aproveitou para valorizar a bola até o fim de jogo. Espero Jonas e Borges não faltem mais, do contrario será difícil.

OBS.: Avaí Foot-Ball Porto Alegrense, Tô fora!



FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 x 1 GRÊMIO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 6 de junho de 2010, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Renda: R$ 309.541,87
Público: 14.408 pagantes
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Assistentes: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Lilian da Silva Fernandes (RJ)
Cartões amarelos: Alex Silva e Richarlyson (São Paulo); Fábio Rochemback, Edílson e Ozeia (Grêmio)
Gols: Hugo, aos sete minutos do primeiro tempo. Dagoberto, aos 17 minutos do primeiro tempo e aos 21 e 23 minutos do segundo tempo.
SÃO PAULO: Rogério Ceni; Xandão, Alex Silva e Richarlyson; Cicinho (Wellington), Rodrigo Souto, Hernanes, Marlos (Marcelinho Paraíba) e Junior Cesar; Fernandão (Fernandinho) e Dagoberto
Técnico: Ricardo Gomes
GRÊMIO: Victor; Edílson, Ozeia (Rafael Marques), Rodrigo e Bruno Collaço; Fábio Rochemback, Maylson, Douglas e Hugo; Roberson (Fernando) e William
Técnico: Silas



Resultado\Próximo jogo

Com o rescesso da Copa do Mundo não sabemos qual será o próximo jogo gremista, possivelmente a equipe fará alguns amistosos pelo país.


Vídeo:

0 comentários:

Postar um comentário

Web Page Traffic Counters

Visitantes desde 26/11/2011